Melodramas clássico e contemporâneo

Páginas: 14 (3350 palavras) Publicado: 3 de outubro de 2012
UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ
CINEMA

GRUPO:
IGOR BRELAZ
CARLOS BOSCHINI
RAFAEL ALVES





DIFERENÇAS DOS MELODRAMAS CLÁSSICO E CONTEMPORÂNEO

Rio de Janeiro, 26 de setembro de 2012.
1) Breve história do gênero melodrama
O melodrama teve sua origem na França com as peças teatrais nas quais os diálogos eram entremeados de música. Esse gênero pode ser considerado um subgênerodo drama, e de acordo com alguns autores seria inferior ao drama. Com seus enredos sentimentais e românticos, foi incorporado às produções de Hollywood. Os dilemas morais, as tramas românticas e os casais separados pelo destino são termos de fácil entendimento e grande apelo popular, o que fez do gênero um dos mais bem aceitos e constantes nas produções de Hollywood. A força do destino, aliás,será um dos elementos mais marcantes desse subgênero.
Um dos precursores do melodrama no cinema americano foi Griffith, porém contou com a contribuição de cineastas estrangeiros que o ajudaram a transformar os melodramas hollywoodianos em modelos desse tipo de produção. Entre os diretores que melhor souberam dar forma ao melodrama estão o austríaco Max Ophuls, de Carta de uma Desconhecida (1948) e odinamarquês Douglas Sirk, de Palavras ao Vento (1956).
O melodrama pode ser considerado o gênero mais incompreendido da história do cinema, com seus enredos girando em torno de tragédias amorosas, familiares e sociais. Os personagens sofrem na tela e o público paga para sofrer junto.
A relação harmoniosa do público com o melodrama deve-se às suas origens musicais e sentimentais que jáapareceram no século XVI. No século XVII surgiram os primeiros dramas líricos, antecessores da ópera, cuja música procurava valorizar os sentimentos. Com a consolidação da ópera, o melodrama praticamente desaparece, só retornando depois da metade do século XVIII.
Esse século traz também uma grande mudança de público, ocasionada pela Revolução Francesa, com a inclusão das classes populares urbanas, queformaram o primeiro público de massa, a quem autores tinham que tentar agradar. É nesse momento histórico que surge o melodrama que conhecemos hoje e também sua longa, apaixonada e fiel relação como público.
No ano de 1908, D. W. Griffith, que até então era ator, estreou como diretor. Seu primeiro trabalho significativo foi o drama Muitos Anos Depois (After Many Years), cujo argumento foi baseado emum romance de Tennyson. Nesse filme Griffith inovou ao utilizar planos e enquadramentos que permitiam pela primeira vez que o público visualizasse o rosto e a expressão dos atores.
Heitor Capuzzo aponta Hearts of the World, 1918, como o mais significativo dos melodramas de Griffith. A trama desse filme se passa na Primeira Guerra Mundial, mas o tema principal é a história de amor de um jovemcasal. Nesse filme, Griffith utilizou alguns dos principais elementos que vão compor o melodrama cinematográfico, como o casal que se ama incondicionalmente e não consegue ficar junto por forças externas como a guerra, a sociedade, a família, a morte, entre outros motivos.
As tragédias pessoais, familiares e sociais, assim como as histórias de amor, nunca foram exclusividades dos filmesmelodramáticos. Outros gêneros também fizeram uso desses elementos, mostrando que mesmo os elementos que caracterizam um gênero não são exclusivos, os gêneros transitam entre si.
Desde suas origens teatrais o melodrama fez uso da música como forma de simplificar a mensagem, fazendo apelo direto aos sentimentos. “Etimologicamente, melodrama significa canto com música, ao passo que drama está relacionado, nosentido aristotélico, à ação”.
O uso da música no melodrama teatral era feito com o objetivo de acompanhar o texto, a fim de criar harmonia entre as situações exageradas, típicas do melodrama, e a reação do público. O público com certeza interagia muito melhor com o espetáculo tendo a música como um elemento facilitador da compreensão da história. Ao mesmo tempo a música serve como uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • SOCIÓLOGOS CLÁSSICOS E CONTEMPORANEOS
  • Mobiliário clássico e contemporâneo
  • Ballet clássico e contemporaneo
  • O utilitarismo clássico e contemporâneo: jeremy bentham e peter singer
  • melodrama
  • Contrato do clássico ao contemporâneo: a reconstrução do conceito
  • DO SAPATINHO DE OURO AO ALL STAR: ANÁLISE COMPARATIVA DO CLÁSSICO COM O CONTEMPORÂNEO DE CINDERELA
  • Dos clássicos ao contemporâneo: um debate sobre o urbano e a cidade no brasil e na amazônia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!