MELO, Maria Cristina Almeida. Imagens do feminino em Florbela Espanca.

Páginas: 4 (935 palavras) Publicado: 7 de novembro de 2013
MELO, Maria Cristina Almeida. Imagens do feminino em Florbela Espanca. Disponível em: Acesso em: 20/05/2012.

Maria Cristina Almeida Mello, nasceu em Londrina, Estado do Paraná (Brasil), em 1953 eresidiu em Portugal desde 1978. Licenciatura em Letras Português-Francês pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro, em 1977. Mestrado em Literaturas Românicas e Contemporâneas, pela Faculdade deLetras da Universidade do Porto, em 1986. Doutoramento em Literatura Portuguesa, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, em 1996. De 1986 a 1987 foi docente no Departamento de Letras daUniversidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, lecionando disciplina de Introdução aos Estudos Literários. Lecionou as disciplinas de Português e Francês, no Ensino Secundário, em Portugal, de 1979 a1986. Docente da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra desde 1987.

Trata-se de um artigo estruturado em sete páginas e que tem como temática central o estudo sobre a representação daimagem feminina na literatura escrita em língua portuguesa de Florbela Espanca. A autora segue as normas da ABNT e abre seu artigo com um resumo da obra, tanto em língua portuguesa, quanto em francesa. Apartir daí começa a discorrer de forma crítica análises de poemas de Florbela ancorando-se principalmente no soneto IV de Charneca em Flor e o Livro de Mágoas, ambos de 1997.
No soneto, Melo pretendedemonstrar alguns aspectos da obra que por sua vez, revelam características marcantes da autora, tais como: possibilidade de superação do mal viver; uma afirmação positiva da vida, possível apenasvia intermediação divina (mediação de Deus) – para essa afirmação Melo destaca que “essa percepção do divino reside em um sentimento vitalista, tipicamente neo-romântico, expresso aqui pelo viés dareligiosidade”.
Segundo Melo, a trajetória de Florbela é marcada pela dor e é isso que a torna poeta, é um ritual necessário para o culto literário. Há em Florbela uma “vocação para dor” e o seu eu...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O FEMININO NA OBRA DE FLORBELA ESPANCA
  • Florbela Espanca
  • florbela espanca
  • FLORBELA ESPANCA
  • Florbela espanca
  • Florbela Espanca
  • Florbela Espanca
  • Florbela espanca

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!