Melhoramento Genético Animal Aplicado

Páginas: 5 (1201 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
Parâmetros Genéticos para
Características Produtivas em
Bovinos da Raça Holandesa no
Estado de Goiás
Gilka Barbosa Ferreira e Henrique Dorneles Fernandes
Acadêmico: Rodrigo Santos

Resumo
Neste trabalho o autor teve como objetivo
estimar os coeficientes de herdabilidade,
repetibilidade e correlação genética das
características de produção de leite e produção
de gordura, além deestimar o mérito genético
(PTA) e a acurácia das predições e relacionar os
dez melhores touros da raça Holandesa usados
no estado de Goiás.

Introdução
• No melhoramento animal a obtenção de
preditores com mérito genético é de grande
importância.
• Em bovinos da raça Holandesa as características
de produção de leite e gordura sofre grande
influência do efeito da variável “Região” e daestação de parto, este também influencia a
produção de leite por lactação.

Introdução
No Brasil, as estimativas de herdabilidade para produção
de leite (PL) e produção de gordura (PG) apresentam variações
consideráveis, onde ALMEIDA et al. (1995) estimaram valores de
0,23 para PL e 0,25 para PG e MATOS et al. (1997), de 0,19 para
PL e 0,17 para PG. No Japão, SUZUKI e VAN VLECK (1994)encontraram os mesmos valores de herdabilidade para PL e PG,
de 0,30 para vacas da raça Holandesa.

Introdução
A repetibilidade utiliza como base a produção
atual de um animal para auxiliar a previsão de futuras
produções deste animal. Analisando lactações de vacas
Holandesas no Estado do Rio Grande do Sul, MATOS et
al. (1997) estimaram repetibilidades de 0,35 para PL e
0,34 para PG. No estadodo Paraná, ALMEIDA et al.
(1997) encontraram repetibilidades de 0,44 e 0,43 para
produção de leite e gordura, respectivamente. Já no
Japão, SUZUKI e VAN VLECK (1994) encontraram
repetibilidades de 0,54 e 0,52 para PL e PG.

Introdução
A correlação genética entre produção de
leite e produção de gordura em bovinos da raça
Holandesa, foi estimada por MATOS et al. (1997),
no Estado do RioGrande do Sul onde
encontraram valor de 0,95. No estado do Paraná,
ALMEIDA et al. (1997) encontraram o valor de
correlação de 0,52, já no Estado da Flórida,
Estados Unidos, CAMPOS et al. (1994) estimaram
coeficiente de correlação genética de 0,60.

Material e Métodos
A Associação Goiana de Criadores de Gado da
Raça Holandesa forneceram os registros de produção
dos animais utilizadosneste estudo, onde constam 3.043
lactações corrigidas para 305 dias, de 2.031 vacas
Holandesas, filhas de 178 touros, distribuídas em 56
rebanhos em três regiões distintas de Goiás,
correspondente ao período de 1990 a 1995 de controle.

Material e Métodos
• A estação de parto foi dividida em: Época 01,
para vacas paridas nos meses de junho a
setembro (período da seca), e Época 02, paravacas paridas nos meses de outubro a maio
(período das aguas).
• As vacas tinham entre 2 a 11 anos de idade.

Material e Métodos
Ainda dividiu o estado em três diferentes regiões
(R1, R2 e R3), onde foi levado em consideração suas
características climáticas (precipitação pluviométrica,
temperatura e umidade relativa do ar) para a divisão. A
R1 corresponde a região próximo do município deCidade de Goiás, a R2 próximo ao município de Ipameri
e a R3 é uma concentração de rebanhos localizados em
três regiões muito semelhantes quanto as
características
climatológicas,
sendo
Goiânia,
Pirenópolis e Rio Verde.

Material e Métodos

Material e Métodos
Para a obtenção de grupos mais uniformes, as idades
foram agrupadas da seguinte forma: idade ate 2,5 anos foram
codificadoscomo classe 2; idades de 2,5 a 3,5 anos como classe
3; e assim sucessivamente.

Material e Métodos
Em Goiás, na época das águas (outubro-maio, Época
02), os animais são mantidos em pastagens de braquiária,
produzindo menos leite nesse período do que na época da
seca (junho-setembro, Época 01), onde os animais ficam
confinados e recebem concentrado constituído de milho,
soja e algodão,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Melhoramento genético animal
  • Melhoramento genético e bem estar animal
  • MELHORAMENTO GENÉTICO ANIMAL REVISÃO DE LITERATURA
  • Melhoramento genético
  • Melhoramento Genético
  • Melhoramento genetico
  • melhoramento genético
  • Melhoramento genético

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!