Mastite em Ovinos

Páginas: 11 (2671 palavras) Publicado: 31 de março de 2014
MASTITE EM OVINOS
 
Paulo Francisco Domingues1                   Cristina Aparecida Leite2
1.  Professor do Depto. de Higiene Veterinária e Saúde Pública – FMVZ – UNESP – Campus de   Botucatu/SP. E-mail: domingues@fmvz.unesp.br
2.  Acadêmica, Bolsista de Monitoria na Disciplina de Higiene Zootécnica - Depto. de Higiene Veterinária e Saúde Pública – FMVZ – UNESP – Campus de Botucatu/SP.
 
 RESUMO
A mastite em ovinos é fator importante de perdas econômicas na criação, podendo ser responsável pela morte de cordeiros por inanição, descarte precoce de ovelhas e, ocasionalmente, morte de ovelhas. Tem distribuição mundial, com incidência principalmente nas raças com aptidão leiteira, porém, recentemente, descreve-se que a mesma pode ter efeitos sobre o ganho de peso e a sobrevivênciados cordeiros também em raças de carne, aumentando o interesse pelo problema. O presente trabalho procura apresentar informações sobre o assunto, destacando-se as causas, epidemiologia, sintomas, diagnóstico, incidência, tratamento e profilaxia desta afecção na espécie ovina.
Palavras-chave: mastite, ovinos, etiologia, controle.
1. INTRODUÇÃO
Define-se mastite como a inflamação da glândulamamária, caracterizada por alterações físicas, químicas e bacteriológicas no leite e alterações no tecido glandular (Blood & Radostits, 1991). A mastite em ovinos é conhecida e estudada há muitos anos em países onde a produção de leite ovino tem importância econômica. Uma das descobertas do grande bacteriologista francês Nocard, em 1887, foi que a mastite ovina era causada por um estafilococo (Vaz,1996). Na Inglaterra, Leyshon em 1929 descreveu mastite em ovelhas causada por uma bactéria com características de Pasteurella haemolytica (Jones, 1991).  Recentemente, o interesse por mastite tem aumentado também em relação a rebanhos destinados a produção de carne, pois a doença pode levar à redução no ganho de peso dos cordeiros e causar aumento na mortalidade (Fthenakis & Jones, 1990; Kalinowska,1990). A mastite freqüentemente leva à perda do úbere ou do quarto mamário afetado. Na sua forma aguda ou gangrenosa, a mastite causa freqüentemente a morte da ovelha (Vaz, 1996).
 
2. CAUSAS
As bactérias são os agentes isolados e identificados com maior frequência em casos de mastite ovina, entretanto, sabe-se que os fungos, leveduras e algas também podem infectar a glândula mamária dasovelhas.
Os principais agentes etiológicos de mastite ovina são: Staphylococcus aureus, Pasteurella haemolytica, Streptococcus spp, Escherichia coli, Pseudomonas sp, Arcanobacterium pyogenes,Staphylococcus coagulase negativos, Corynebacterium spp, Clostridium spp. Sendo que oStaphylococcus aureus e a Pasteurella haemolytica, separadamente ou em associação com outros agentes, são responsáveis por 80%dos casos de mastite aguda (Jones, 1991). Por outro lado, os Staphylococcus coagulase negativos e o Corynebacterium spp são responsáveis pela maioria dos casos de mastite subclínica, tanto no Brasil (Vaz, 1996; Ladeira, 1998) como em outros países (Watkins et al., 1991; Kirk et al., 1996, Las Heras et al., 1999).
 
3. EPIDEMIOLOGIA
Segundo Vaz (1996) existem duas situações que podem serconsideradas na epidemiologia de mastite em ovinos: quando a ovelha está com o cordeiro ao pé ou quando a mesma está sendo ordenhada sem a manutenção do cordeiro. No primeiro caso, a presença de Pasteurella haemolyticana boca e faringe do cordeiro faz com que esta bactéria assuma maior importância, pois é transmitida diretamente ao teto durante o ato de mamar. Em situação oposta, em que o cordeiro éafastado da ovelha, faz com que a importância relativa de S. aureus cresça, atingindo uma frequência semelhante a que ocorre em mastite bovina em situação similar. A ocorrência de mastite é favorecida pela presença de lesões no úbere.
Durante surtos de mastite causada por Pasteurella haemolytica, podem ocorrer casos de pneumonia em cordeiros, provocados pelo mesmo microrganismo. A mastite por P....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • MASTITE
  • Mastite
  • Mastite
  • Mastite
  • Mastite
  • Mastite
  • Mastite
  • Mastite

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!