Massa

Páginas: 31 (7671 palavras) Publicado: 25 de novembro de 2014
/

Volume I
NEUROSE

CULTURA
DE MASSAS
NO SÉCULO
XX
O Espírito
do Tempo

2 volumes

Edgar Morín
ISBN 3 7 8 - 8 5 - 2 1 8 0 2 0 9 - 9

II
l

" 8 0 2 0 9 9

• I^VJAKMORIN
IH

A cultura de massas, durante os anos
60-65, estendendo seus poderes sobre
o mundo ocidental, produz industrialmente os mitos condicionadores da integração do público consumidor à realidade social.Neurose tem aqui não somente o sentido de um mal do espírito, mas de um
compromisso entre esse mal e a realidade, através de fantasias, de mitos e
de ritos.

Volume II
NECROSE
Desenvolvimento dos temas apresentados no primeiro volume, mas, dessa
vez, através do exame das perturbações e crises que estouraram nos anos
65-75.
A problematização da cultura de massas conduz à problemática darevolução cultural; a crise da cultura conduz
à crise da sociedade.
Necrose ou decomposição de um órgão num organismo ainda vivo. Eis o
que provocou a crise da cultura, durante os anos 65-75, na sociedade ocidental.

, I'

% Século
XX « f '
O MÉRITO DO TEMPO
r

1

2

A Indústria
Cultural

As invenções técnicas f o r a m necessárias p a r a que a
c u l t u r a i n d u s t r i a lse tornasse possível: o cinematógrafo e
o telégrafo s e m f i o , p r i n c i p a l m e n t e . Essas técnicas f o r a m
u t i l i z a d a s c o m f r e q i i e n t e s u r p r e s a de seus i n v e n t o r e s : o
cinematógrafo, a p a r e l h o d e s t i n a d o a r e g i s t r a r o m o v i m e n to, f o i a b s o r v i d o pelo espetáculo, o sonho e o lazer; o
T.S.P., p r i m e i r a m e nt e de uso utilitário, f o i p o r sua vez
a b s o r v i d o pelo j o g o , a música e o d i v e r t i m e n t o . O vento
que assim as a r r a s t a e m direção à c u l t u r a é o vento do
l u c r o c a p i t a l i s t a . E p a r a e pelo l u c r o que se desenvolvem
as novas artes técnicas. Não há dúvida de que, sem o
i m p u l s o p r o d i g i o s o do espírito c a p i t a l i s t a ,essas invenções
não t e r i a m conhecido u m desenvolvimento tão r a d i c a l e
maciçamente o r i e n t a d o . C o n t u d o , u m a vez dado esse i m pulso, o movimento ultrapassa o capitalismo propriamente d i t o : nos começos do E s t a d o Soviético, Lenine e T r o t s k y
r e c o n h e c e r a m a importância social do cinema. A indústria
c u l t u r a l se desenvolve e m todos osregimes, t a n t o no q u a d r o do Estado q u a n t o no da i n i c i a t i v a p r i v a d a .

Dois

sistemas

Nos sistemas d i t o s socialistas, o E s t a d o é senhor absol u t o , censor, d i r e t o r , p r o d u t o r . A i(UM)l 1, Monte Carlo,
A n d o r r a ) ; n a televisão, esforça-se por manter s e u monopóUo.
O s conteúdos culturais diferem mais ou menos radicalmente segundo otipo de intervenção do E s t a d o — negativo
(censura, controle) ou positivo (orientação, domesticação,
politização) — segimdo o caráter liberal ou autoritário d a
intervenção, segundo o tipo de E s t a d o interveniente.
Não levando e m conta essas variáveis, pode-se dizer
que se há igualmente a preocupação de atingir o maior público possível, n a j s i s t e m a privado (busca do máximo l uc r o ) e no s i s t e m a do E s t a d o (interesse político e ideológico), o sistema privado quer, antes de tudo, agradar ao
consumidor. E l e fará tudo p a r a recrear, divertir, dentro
dos limites d a censura. O sistema de E s t a d o quer convencer, educar: por u m lado, tende a propagar u m a ideologia
que pode aborrecer ou irritar, por outro lado, não é estimulado pelo lucro e podepropor valores de " a l t a c u l t u r a "
(palestras científicas, miisica erudita, obras clássicas). O
s i s t e m a privado é vivo, porque divertido. Quer adaptar
s u a cultura ao público. O sistema de E s t a d o é afetado, forçado. Quer adaptar o público à s u a cultura. É a alternativa
entre a velha governanta deserotizada — Anastácia — e a
pin-up que entreabre os lábios.
Sendo preciso...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • massa
  • MASSAS
  • Massa
  • A massa
  • massa
  • Massa
  • Massa
  • Massa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!