Marx e a questão judaica

Páginas: 24 (5786 palavras) Publicado: 22 de outubro de 2011
Marx e A questão judáica

Cronologia das obras de Marx 12 de fevereiro de 1814 - Nascimento de Jenny Westphalen 5 de maio de 1818 - Nascimento de Karl Heinrich Marx em Trier, filho de Heinrich (ou Hirschel) Marx 1824 - Batismo no protestantismo de Karl Marx 1825 - Batismo no protestantismo de 1844 - Publicação de Para a Questão Judáica 1845 - Publicação de A Sagrada Família 1847 - Publicação dePobreza da Filosofia 1848 - Publicação de Manifesto Comunisto 1852 - Publicação de 18o. Brumário de Luís Bonaparte 1859 - Publicação de Uma Contribuição para a Crítica da Economia Política 1865 - Publicação de Valor, Preço e Lucro 1867 - Publicação do 1o volume de O Capital 1871 - Publicação de A Guerra Civil na França 1873 - Publicação de Crítica ao Programa de Gotha 2 dez 1881 - Morte de JennyWestphalen 14 março 1883 - Morte de Karl Marx 1885 - Publicação do 2o volume de O Capital 1894 - Publicação do 3o volume de O Capital 1913 - Publicação da Correspondência entre Frierich Engels e Karl Marx 1932 - Publicação de Materialismo Histórico (Títulos de livros baseados em livro publicado em inglês: “Karl Marx - An Illustrated Biography de Werner Blumenberg, 1972 - Unwin Brothers Limited,Working and London.) “Quão sem objetivo e vazia a vida é, mas quão desejável” - frase de Karl Marx poucos dias antes de sua morte, publicada em “Karl Marx - An Illustrated Biography de Werner Blumenberg, 1972 - Unwin Brothers Limited, Working and London.

Qual o contexto da produção de A Questão Judáica (Fonte: Karl Marx: Biografia, Edições Avante, Lisboa e Edições Progresso, Moscou, 1983.Preparado pelo Instituto de MArxismo-Leninismo anexo ao CC do PCUS. Diretor: P.N. Fedosseiev) (Fonte secundária: - Karl Marx - An Illustrated Biography de Werner Blumenberg, 1972 - Unwin Brothers Limited, Working and London) Os representantes da ala esquerda da escola hegeliana, os jovens hegelianos (os irmãos Bruno e Edgar Bauer, Arnold Ruge, Ludwig Feuerbach e David Strauss, entre outros) esforçavam-sepor tirar da filosofia hegeliana conclusões radicais

Bauer punha em dúvida não apenas o caráter divino mas a própria existência de Jesus Cristo, ligando a origem da cristandade à vida espiritual e às correntes filosóficas da Antiguidade. Em geral, os jovens hegelianos deram um passo em frente ao passarem da crítica da religião para a crítica da política. A principal debilidade do grupo era oidealismo das seus representantes. Além disso (e ao contrário de Hegel) tendiam para uma concepção subjetivista da história. Marx conheceu os jovens hegelianos quando freqüentava a Universidade de Berlim. A partir da primavera de 1837, já em Berlim, Marx se dedicou a estudos sistemáticos da obra de Hegel, “do princípio ao fim, juntamente com a maioria dos discípulos dele”, diz em carta endereçadaa seu pai. Então, Marx travou amizade com os jovens hegelianos de Berlim, a qual Bruno Bauer era a alma e professor de Teologia na Universidade de Bona. Esboçava-se uma cisão entre os discípulos de Hegel, que morreu em 1831, os jovens hegelianos e os defensores da religião. Em princípio de 1839, Marx mergulha completamente no estudo da história da filosofia. A 15 de abril de 1841 recebe o diplomade doutor em filosofia. Em julho de 1841, instala-se em Bona, aproximandos-se de Bruno Bauer, a quem ajuda a redigir um panfleto ateu dirigido contra os hegelianos de direita, “A Trombeta do Juízo Final sobre Hegel”. A partir de janeiro de 1842, torna-se colaborador da Gazeta Renana, lançada em Colônia e financiada pela grande burguesia renana e dirigentes da oposição liberal. Em abril de 1843, ojornal foi proibido de circular, sendo Marx chamado , pelo censor do Estado prussiano, como a “fonte viva das teorias da folha”. Em maio de 1843 Marx chega a Kreuznach, pequena cidade renana, onde se encontra com sua noiva Johanna Bertha Julia Jenny von Westphalen - neta de militar destacado e conselheiro do duque de Braunschweig e cujo pai da moça se tornou amigo do judeu convertido Heinrich...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenba
  • A QUESTÃO JUDAICA E A CRÍTICA DE MARX AOS DIREITOS HUMANOS
  • resenha crítica
  • A questão judaica
  • A questão judaica
  • Questão judaica
  • A questão judaica
  • A questão judáica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!