Maré vermelha ( estudo de caso )

Páginas: 5 (1170 palavras) Publicado: 2 de agosto de 2012
[pic]





FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA-ÁREA 1


CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL

DISCIPLINA: QUÍMICA ORGÂNICA








Estudo de caso: Maré vermelha na Bahia de Todos os Santos.

















Trabalho apresentado ao Professor Liou Kuo Yen como cumprimento das atividades da disciplina microbiologia ambiental.Por: Caliope Roza
Franciele Andrade
Luana Campos
Luciano Fortuna
Pérola Cerqueira
Thais Pimentel















Salvador-BA

04/03/2012


IntroduçãoO fenômeno da maré vermelha ocorreu pelo excesso de algas microscópicas presentes no plâncton marinho (não visto a olho nu). É um processo natural que provoca manchas de coloração escura na água do mar
As manchas são causadas pelo crescimento excessivo de algas microscópicas presentes no plâncton marinho, num processo chamado de floração.
Dependendo da espécie de alga, a mancha pode adquirircoloração vermelha, marrom, laranja, roxa ou amarela. Uma vez que a água nem sempre fica vermelha, o termo "maré vermelha" vem sendo substituído por "floração de algas nocivas" ou simplesmente "FAN".

A Baía de Todos os Santos é a mais bela de todo o Brasil, os visitantes vivenciam a Baía e podem estudar diversas disciplinas, geografia, pois ela é a segunda maior do mundo e a primeira de todo oBrasil, química, pois são 21 rios desembocando na região onde ela se localiza, religião por que já se chama Baía de Todos os Santos. Possui riquezas de fauna e flora, ensinamentos através do ecoturismo para a preservação do ambiente. A Baia de Todos os Santos possuem treze fortes que embelezam ainda mais a área, patrimônio notável e tão pouco explorável para as atividades culturais. A importânciada BST é mais que ambiental, ela funda a história cultural da sociedade baiana e mistura com a história do próprio país uma Baía rodeada por comunidades tradicionais que retiram do mar o seu alimentado.
A Baía de Todos os Santos é uma Área de Proteção Ambiental, contudo o seu plano de manejo ainda não está em funcionamento, muito menos o zoneamento econômico e ecológico. O fato de ser uma APApermite a atividade econômica e industrial com algumas restrições. Marcada recentemente por um desastre ambiental, vem despertando há tempos o interesse de cientistas e ambientalistas para a preocupante realidade da ação inadequada do homem, que incide sobre a natureza. O fenômeno da mortandade de cerca 50 toneladas de peixes na costa do recôncavo baiano, ocasionado pelas florações de algas, instigouos grandes veículos de comunicação e tomou conta das manchetes. O acidente deixou alguns municípios da região em estado de emergência por consequência da proibição da pesca e outras atividades costeiras, afetando, pelo menos, 7.000 pescadores que ficaram sem poder trabalhar. Os cientistas fizeram diversas analises em diferentes

perspectivas a contaminação e o desequilíbrio ambiental das águasna BTS. Sem propor respostas para o fenômeno, pretendiam apenas uma reflexão diferenciada de cunho científico, atentando para as diversas possibilidades de contaminação da baía, e para o impacto de atividades não sustentáveis sobre sua fauna e flora.


























Hipótese da causa da maré vermelha:


• Contaminação por metais pesados


Adescarga de metais pesados em corpos aquáticos pode promover alterações significativas nos comportamentos físicos, químicos e biológicos, tanto do corpo receptor (VEGA, 1998), como do próprio metal (VELASQUEZ, 2002;WITTERS, 1998). Essas alterações podem ser divididas em duas amplas categorias: efeito do ambiente sobre o metal e efeito do metal sobre o ambiente. A primeira categoria enfatiza...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Estudo de caso
  • Mare vermelha
  • mare vermelha
  • Maré vermelha
  • mare vermelha
  • Maré vermelha
  • Mare vermelha
  • maré vermelha

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!