manifesto

Páginas: 7 (1601 palavras) Publicado: 16 de setembro de 2015
Manifesto
• Respeito é um direito de todas e todos indiferente da raça/etnia/cor, sexualidade, gênero,
idade.
Zombar, fazer piadas, dar pitaco sobre o corpo ou a militância/ideias das manas é uma das
posturas machistas mais ridículas.
Abaixo a meritocracia embutida no discurso dos machos da esquerda e do underground.
• Sobre nós, discutimos entre nós.
Para nos libertarmos das amarras machistasprecisamos dos nossos espaços auto organizados
onde somos protagonistas de NÓS MESMAS.
Não aos machos que querem nos ensinar como devemos pensar, agir, ser! Não aos machos
que querem nos julgar. Respeitar a autonomia da mulher de buscar entre outras mulheres o
reconhecimento e a união é apoiar a luta feminista.
• Abaixo a exaltação e idolatria aos machos e suas “criações”!
Quando a mulher faz algo aqualidade é sempre julgada e avaliada nos termos dos homens.
Músicas, zines, outras artes, textos, invenções. Se foi uma mulher que fez e está dentro dos
termos deles impressiona, se não está é tido como “paia”- quem já não ouviu um cara no
underground criticar a música de uma mina porque a voz dela era “fina” demais? Ou achar
que sapatão “quer ser homem”, só pelo modo de se vestir ou secomportar. Esse
egocentrismo exacerbado dos homens que são criados para achar que seu pênis é a melhor
coisa do mundo e tão desejado que TODAS as mulheres querem, inclusive as lésbicas, é só
mais um indício de como o mundo empodera os homens no dia a dia.
Nós não precisamos de sua aprovação e nem se comparar a vocês. Que nossos trabalhos,
nossas artes, e nossa ação direta não seja mais julgada e avaliadapelos machos da esquerda
e do underground.
• Que nenhuma mana seja objetificada no rolê.
Aquela que vocês chamam apenas para terem com quem “ficar”, as namoradas que viram
suas “pochetes” ou “cabideiros” em dias de rolê, as quais vocês deixam suas facas, ou
pertences, pois, pressupõem que elas não querem/farão parte da “diversão”, é a menina que
você trata como coisa.
Que sejamos vistas como irmãse não como coisas.
• Que nenhuma mana seja silenciada.
Quando um cara levanta ou engrossa a voz, fecha o punho, estufa o peito, atropela as
palavras, gagueja demonstrando estar nervoso, as pessoas ao redor tentam acalmá-lo.
Quando uma mulher grita, chora, as pessoas ignoram o que a fez gritar e taxam-na de
“louca”, “histérica”, “desequilibrada”. Ignorar quando uma mulher reclama de ter sidoviolentada, ainda que ela seja a única mulher no mundo que se sinta violentada com o que
reclama, é também uma das atitudes mais recorrentes. O pessoal é político, se a pessoa está
incomoda com você é melhor conversar com ela para resolver do que ignorar dizendo “você
está levando pro lado pessoal”, ou pior “você está louca”. Antes de falar uma besteira dessa
leia sobre como as mulheres eram jogadas emmanicômios quando não se encaixavam nos
padrões machistas sociais. Historicamente a mulher é dopada pela sociedade sendo taxada
de louca por não tolerar a violência machista.
• Igualdade de gênero não é “direitos iguais” no sentido literal.
Existe uma complexidade paradoxal quando falamos de igualdade social. Não adianta só
dizer que temos os mesmos direitos se a sociedade não fomenta a equidadeem sua cultura.
Algumas pessoas pensam que igualdade é um homem revidar o soco de uma mulher assim
como revidaria um soco de um cara. Ou gritar com uma mulher se ela gritar com você. Isso
não é fomentar igualdade, isso é machismo mesmo.
Vivemos ainda em um mundo onde as mulheres são ensinadas a se manter caladas, onde elas
são criadas para terem medo de se colocar – graças ao julgamento do homemque precisam
estar a altura -, onde as manas em sua maioria tem medo de colocar suas ideias nos espaços
de discussão pois aprendem que sua opinião não é importante. Aquelas que se colocam são















usadas como um exemplo para demonstrar uma ideia falsa de igualdade de gênero. Não
vivemos em um mundo onde tudo é igual e tratado como igual para achar que igualdade é
não relevar as...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O que é um manifesto?
  • Manifesto
  • Manifesto
  • manifesto
  • manifesto
  • Manifesto
  • Manifesto
  • Manifesto

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!