MANIFESTAÇÃO

Páginas: 5 (1100 palavras) Publicado: 17 de novembro de 2013
Tal manifestação faz com que voltemos um pouco atrás, no fim do século XIX na cidade do Rio de Janeiro, até então capital do Brasil imperial, A Revolta do Vintém (1880) foi à criação de um imposto de um vintém sobre os preços da passagem de bonde que gerou um movimento popular no Rio de Janeiro. O criador do imposto foi o então Senador Visconde de Ouro Preto, Affonso Celso de Assis Figueiredo(1836-1912). Vintém era o nome da antiga moeda brasileira de 20 réis. A Revolta do Vintém, ou revolta do bonde aconteceu no final de 1879, na cidade do Rio de Janeiro, que era a capital do Brasil Imperial. Quase cinco mil manifestantes se posicionaram em frente ao campo de São Cristóvão, para exigir a diminuição da taxa cobrada pelo transporte público. Os revoltosos foram contidos pelas autoridadespoliciais e permaneceram à espera de uma resposta do jornalista republicano Lopes Trovão, um dos principais líderes do protesto. O imperador prometeu negociar, a fim de resolver a disputa, mas Trovão rejeitou o seu pedido e convocou a população, através do jornal Gazeta da Noite, a reagir com violência contra a medida imperial. Em 1º de janeiro de 1880, data em que a nova taxa seria oficializada,a população incitada por Lopes Trovão, se dirigiu até o Largo São Francisco, local de partida e chegada da maioria dos bondes da cidade. A presença das autoridades policiais só aumentou o clima de tensão, e os revoltosos impacientes começaram a gritar “fora o vintém”, matar as mulas que carregavam os bondes e bater nos condutores. Os policiais precisaram da ajuda do Exército para acalmar os ânimosdaquela confusão, mas em vez disso a população ficou ainda mais nervosa e passou a lançar pedras contra a cavalaria oficial. Os oficiais abriram fogo contra a multidão fazendo com que os manifestantes fossem dispersos a custa de muitos mortos e feridos. Em alguns dias o motim já havia cessado. A revolta pode ser considerada um sucesso, apesar dos mortos e feridos, pois as autoridades mantiveramos preços antigos das passagens do transporte.
Pouco tempo depois, no início do século XX, ainda no Rio de Janeiro que estava crescendo desordenadamente. Sem planejamento, as favelas e cortiços predominavam na paisagem. A rede de esgoto e coleta de lixo era muito precária, às vezes inexistente. Em decorrência disto, dezenas de doenças se proliferavam na população, como Tifo, Febre Amarela, PesteBubônica, Varíola, entre outras enfermidades. Vendo a situação piorar cada dia mais, o então presidente Rodrigues Alves decide fazer uma reforma no centro do Rio, implementando projetos de saneamento básico e urbanização. Ele designa Oswaldo Cruz, biólogo e sanitarista, para ser chefe do Departamento Nacional de Saúde Pública, que juntamente com o prefeito Pereira Passos, começa a reforma queincluía a demolição das favelas e cortiços, expulsando seus moradores para as periferias, a criação das Brigadas Mata-Mosquitos, que eram grupos de funcionários do serviço sanitário e policiais que invadiam as casas, matando os insetos encontratos, etc. Essas medidas tomadas causaram revolta na população, e com a aprovação da Campanha da Vacinação Obrigatória, que obrigava as pessoas a serem vacinadas(os funcionários responsáveis pelo serviço tinham que vacinar as pessoas mesmo que elas não quisessem), a situação piorou. A população começou a fazer ataques à cidade, destruir bondes, prédios, trens, lojas, bases policiais, etc. Esse episódio da história brasileira ficou conhecido então como Revolta da Vacina. Mais tarde, os cadetes da Escola Militar da Praia Vermelha também se voltaram contra alei da vacina. A revolta popular fez com que o governo suspendesse a lei, não sendo mais obrigatória. Para finalizar a rebelião, Alves coloca nas ruas o exército, polícia e marinha. Ao final da revolta, o governo recomeça a vacinação da população, tendo como resultado a erradicação da varíola na cidade.
Em 16 de agosto de 1992, milhões de jovens brasileiros tomaram as ruas das capitais com a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Manifestação
  • mANIFESTAÇÃO
  • manifestacao
  • Manifestação
  • manifestação
  • MANIFESTAÇÃO
  • MANIFESTAÇÃO
  • Manifestação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!