Maias

Páginas: 2 (498 palavras) Publicado: 22 de maio de 2013
Localizar o episodio na estrutura global da obra (resumo do episodio, indicação breve do que antecede o episodio e de que sucede)
Indicar as questões sociais retratadas(temas tratados, vícios, atitudes)
Identificar as personagens intervenientes (posições, atitudes reveladas por essas personagens)

No jornal A Corneta do Diabo havia sidopublicada uma carta escrita por Dâmaso Salcede que insultava Carlos e expunha, em termos degradantes, a sua relação com Maria Eduarda.
Palma Cavalão revela o nome doautor da carta e mostra aos dois amigos o original, escrito pela letra de Dâmaso Salcede, a troco de "cem mil réis".
A parcialidade do jornalismo da época surge quando Neves,director do jornal "A Tarde", aceita publicar a carta na qual Dâmaso se retracta, depois da sua recusa inicial por confundir Dâmaso Salcede com o seu amigo político DâmasoGuedes.
A mesma parcialidade surge na redacção de uma notícia sobre o livro do poeta Craveiro, por pertencer "cá ao partido" e mais ainda quando Gonçalo, um dos redactoresinsulta o Conde de Gouvarinho, mas logo depois diz que “É necessário, homem! Razões de disciplina e de solidariedade partidária”.
Critica:
O episódio dos jornais criticaa decadência do jornalismo português que se deixa corromper, motivado por interesses económicos (A Corneta do Diabo) e demonstram uma preferência comprometedora de feiçõespolíticas.
Este episódio visa denunciar o baixo nível da imprensa lisboeta da época que se alimenta de factos da vida privada das pessoas, criticando a falta de ética dosjornalistas juntamente com a corrupção envolvida, sendo que se verifica ainda a vingança mesquinha e as amizades simuladas através das atitudes de Dâmaso e de Eusébio...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Maias
  • Maias
  • Maias
  • Maias
  • Maias
  • Maias
  • Os maias
  • Maias

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!