Macrografia

Páginas: 7 (1726 palavras) Publicado: 26 de março de 2012
Objetivo

Realizar analise de macroestrutura da peça através de procedimentos de macrografia para que seja possível visualizar características da amostra.



































Sumário

Introdução 4
Macrografia 5
Materiais e Métodos 8
Resultados e Discussões 10
Comentários e Conclusões 11
Bibliografia 12Introdução


Este procedimento prescreve os conceitos aplicados na preparação do corpo de prova para análise microscópica. Através da realização da macrografia poderemos verificar a macroestrutura da amostra por procedimentos utilizados para a analise, tais como o corte , lixamento e o ataque químico , onde será possível caracterizar a amostra.1


2


3 Macrografia


Examina-se a olho nu ou com pouca ampliação (até 50X) o aspecto de uma superfície após devidamente polida e atacada por um reagente adequado. Por seu intermédio tem-se uma ideia do conjunto, referente à homogeneidade do material, a distribuição e natureza das falhas, impurezae ao processo de fabricação, qualidade de solda profundidade de tratamentos térmicos entre outras características.

Corpo de prova ou amostra
Parte do material ou produto com forma e dimensões especifica da superfície a ser analisada podendo está ser embutida ou não.

Corpo de prova embutido
O embutimento é de grande importância para o ensaio metalográficos, pois além de facilitar omanuseio de peças pequenas, evita que amostras com arestas rasguem a lixa ou o pano de polimento; bem como o abaulamento durante o polimento. Existem dois tipos de embutimento o embutimento a frio e o embutimento a quente.

Corpo de prova embutido a quente
No embutimento a quente, a amostra a ser analisada é colocada em uma prensa de embutimento com uma resina, sendo que o mais comumenteutilizado é a baquelite; de baixo custo e dureza relativamente alta. A Figura 1 mostra o corpo de prova embutido.

Corpo de prova embutido a frio
No embutimento a frio a amostra é colocada em um molde que é preenchido com resinas sintéticas de polimerização rápida.

Corpo de prova não embutido
É o corpo de prova cujas dimensões da superfície a analisar são suficientemente grandes a pontode não ser necessário o embutimento.

Corte
Às vezes é necessário particionar o corpo de prova para obterem-se amostras que servirão para análise metalográfica. Operações mecânicas como torneamento aplanamentos e outras, impõem severas alterações microestruturais devido ao trabalho mecânico a frio. O corte abrasivo oferece a melhor solução para este seccionamento, pois elimina por completo otrabalho mecânico a frio, resultando em superfícies planas com baixa rugosidade, de modo rápido e seguro.
O equipamento utilizado para o corte conhecido como “cut-off”, ou poli corte, com discos abrasivos intensamente refrigerados (evitando deformações devido ao aquecimento)a relativas baixas rotações é largamente utilizado nos laboratórios metalográficos.
A escolha e localização da seção aser estudada dependem basicamente da forma da peça e dos dados que se deseje obter ou analisar a mesma. Em geral, é efetuado o corte longitudinal ou o corte transversal na amostra.

O corte longitudinal permite verificar:
Se a peça é fundida, forjada ou laminada;

Se a peça foi estampada ou torneada;




A extensão de tratamentos térmicos superficiais, etc.

O corte transversalpermite verificar:


A natureza do material;

A homogeneidade;

A forma e dimensões das dendritas;

A profundidade de têmperas, etc.


O seccionamento da amostra deve ser efetuado de tal maneira que não complique as operações subsequentes. Entre os métodos de corte o que mais se adapta para o ensaio metalográfico é o corte por abrasão a úmido. Neste caso, os discos de corte...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Macrografia
  • Macrografia
  • Macrografia
  • Macrografia
  • Macrografia
  • Macrografia
  • Macrografia
  • Macrografia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!