Macroeconômia

Páginas: 14 (3351 palavras) Publicado: 20 de novembro de 2012
Macroeconomia - Prof. Ms. Marco A. Arbex

Introdução
• A Macroeconomia estuda os grandes agregados econômicos: Produto, Renda, emprego, inflação, Balanço de Pagamentos, etc. Sua principal preocupação é com o curto prazo.

O modelo Keynesiano e as políticas econômicas

Macroeconomia
Prof. Ms. Marco A. Arbex

• Já sabemos que a partir da crise de 29, a economia sofreu mudanças com as teorias deKeynes, cuja base se assenta no pressuposto de que é necessária a intervenção do governo para regular a atividade econômica. • A preocupação central da macroeconomia passou a ser a geração de crescimento econômico e pleno emprego.

Introdução

Lado real e lado monetário

• Nessa aula, estudaremos em mais detalhes a contribuição de Keynes através da Teoria da determinação do equilíbrio da rendanacional ou modelo keynesiano. • Esse modelo divide a economia em dois lados: – Lado real (IS): mercado de bens e serviços e mercado de trabalho – Lado monetário (LM): mercado financeiro e de títulos

• Lado IS (Investment Saving): representa o setor “real” da economia (mercado de bens e serviços e mercado de fatores de produção) - gastos com consumo, investimento produtivo (em negócios), despesas dogoverno e exportações. • Lado LM (Liquidity Preference / Money Supply): representa o lado monetário da economia (aplicações financeiras – investimentos especulativos).

Lado real e lado monetário

Princípio da demanda efetiva

• Para Keynes, o crescimento econômico de um país se dá a partir das mudanças observadas no “lado real” da economia. • Em outras palavras, o aumento do investimento produtivo,consumo das famílias, gastos públicos e exportações é que geram crescimento da demanda e, consequentemente, aumento do PIB. • Essa tese de crescimento econômico proposto por Keynes pode ser melhor explicada através do conceito de “demanda efetiva”

• O princípio keynesiano da demanda efetiva diz que as alterações do nível de equilíbrio da renda e do produto nacional devem-se exclusivamente àsvariações da demanda agregada de bens e serviços. • Ou seja, o aumento do PIB de um país ocorre devido ao aumento da demanda. – Os economistas clássicos (Adam Smith, David Ricardo, J. B. Say), diferentemente de Keynes, entendiam que a oferta cria a demanda. Ou seja, ao aumentar a produção das empresas, automaticamente ocorreriam mais vendas e um aumento na renda da população, gerando o aumento nademanda (ótica da mão invisível). Essa teoria ficou conhecida como a “Lei de Say”

1

Macroeconomia - Prof. Ms. Marco A. Arbex

Princípio da demanda efetiva

Oferta e demanda agregada • Vamos supor que a economia encontra-se em equilíbrio quando:
OFERTA AGREGADA (AO) = DEMANDA AGREGADA (DA)

• Keynes contesta a Lei de Say e afirma que a demanda agregada é responsável por gerar aumento da renda de umpaís. • A demanda agregada ilustra a demanda “geral” da população. Não representa a demanda de um indivíduo ou por um produto específico, como na microeconomia. Ou seja, a demanda agregada representa a capacidade e disponibilidade da população para consumir.

- Oferta Agregada (AO): é a soma da oferta de todos os bens e serviços finais - Demanda Agregada (DA): é a soma das demandas por bens eserviços finais de todos os agentes econômicos. • No equilíbrio, toda a produção da economia no período será vendida aos agentes econômicos (não sobra nem falta produtos)

Oferta e demanda agregada

O que gera aumento na demanda agregada?

• Enquanto para os clássicos – através da mão invisível - a economia sempre encontra-se em equilíbrio (oferta agregada = demanda agregada), Keynes supõe a que aeconomia normalmente encontra-se em situação abaixo do pleno emprego, ou seja, com capacidade ociosa e pessoas desempregadas. • Em outras palavras, a oferta agregada é maior que a demanda agregada

• Assim, a contribuição da teoria de Keynes é no sentido de criar estímulos para o crescimento da demanda agregada. • Como já mencionado, os fatores que ajudam a aumentar a demanda agregada são: - O...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Macroeconomia
  • Macroeconomia
  • Macroeconomia
  • Macroeconomia
  • Macroeconomia
  • Macroeconomia
  • Macroeconomia
  • Macroeconomia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!