Música

Páginas: 6 (1366 palavras) Publicado: 25 de março de 2012
NARCISO ACHA FEIO O QUE NÃO É ESPELHO
Por João Marcos Coelho, para o Valor


É uma verdadeira praga. Está em todos os lugares, em todos os momentos. É a música ruim. Liga-se o rádio e lá está ela. Entra-se no elevador, e vem mais baboseira. E tome-se o castigo em comerciais, nas chamadas dos programas bregas. O problema é universal.
Um grupo de quinze estudiososreuniu-se num seminário nos EUA para discutir "Bad Music" (Música Ruim), título do livro agora publicado pela Routledge, que leva o subtítulo "The Music We Love to Hate" (A Música Que Adoramos Odiar). Os editores, Christopher J. Washburne e Maiken Derno, já pedem desculpas de saída, no prefácio: "Este livro surgiu durante um bate-papo em torno de uma taça de vinho a respeito da discrepância entre amúsica à qual os estudiosos dedicam seu precioso tempo e aquela que a maioria das pessoas neste mundo de fato ouvem. Com poucas exceções, os estudiosos acadêmicos tendem a focar na música que tem valor especial em termos de influência, competência e genealogia histórica - e evitam a música trivial, banal do dia-a-dia." Afinal, o que é música ruim?
Para o musicólogo alemão Theodor Adorno, amúsica do finlandês Sibelius era o máximo de ruindade. Hoje, todo e qualquer crítico de jazz politicamente correto está cansado de bater no saxofonista "light" Kenny G e chamá-lo de palhaço e artisticamente desonesto. Mas ele vendeu mais de 30 milhões de discos, e embalou milhões de pessoas em elevadores mundo afora, nas últimas décadas.
Aliás, todo mundo gosta de bater em cachorro morto. Quemal há em espinafrar as duplas caipiras tipo Chitãozinho e Xororó, a breguíssima Roberta Miranda ou o sumo-sacerdote Roberto Carlos? Não dói, e ainda por cima aumenta prestígio. Alfred Appel, autor de um belo livro, "Jazz and Modernism", diz a certa altura que "os rappers e os roqueiros são chamados de 'artistas' tão facilmente quanto os jornalistas que cobrem suas façanhas são alcunhados de'críticos". Walter Benjamin, Susan Sontag e diversas outras cabeças estreladas nos advertiram que o tradicional fosso entre a baixa e a alta cultura baseou-se primariamente na diferença entre a aura única da obra de arte e a massificação dos objetos na indústria cultural - e que tudo que tem apelo de massa em geral é olhado como culturalmente suspeito - distorção que a mídia pratica com requintes deperversidade.
Washburne e Derno alertam para outro cacoete da mídia e da academia quando tratam de música ruim: a mania de pescar "jóias raras", que inexplicavelmente nascem no meio do lixo. "Por causa disso", dizem, "um vasto volume de música e músicos considerados medíocres, que não influenciaram ninguém e são comuns, é simplesmente recalcado. Estas pérolas flutuam, então, como minúsculosplanetas num enorme universo de música que permanece anônima." Por quê? "Por que os centuriões da academia não valorizam este segmento de música."
O Valor ouviu cinco profissionais ligados à música que possuem sólidas carreiras no Brasil: um compositor erudito, um músico, dois maestros e um jornalista.
Surpreendentemente, encontra-se neles uma atitude em geral muito mais aberta do quea existente no meio musical americano.
O violoncelista Roberto Ring é integrante do grupo Solistas Interarte e diretor da Interarte Produções Artísticas. Ele não deixa por menos: confessa sua paixão juvenil por Roberto Carlos, espinafra um grande nome como o compositor checo Antonin Dvorak ("Tenho enjoos com a breguice americanizante da 'Sinfonia Novo Mundo' e do 'Quarteto Americano'; sãomuito cafonas, kitsch por definição") e se insurge contra as Nanaiás da vida ("Nada pior que uma soprano histérica com vibrato exagerado").
O compositor santista Gilberto Mendes, do alto de seus 81 anos, abre o jogo: "Acho chato músicas do tipo 'Luar do Sertão' (de Catulo da Paixão Cearense) e 'Tão Longe, de Mim Distante' (de Carlos Gomes), um certo tipo de brasileirismo musical, de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Músicas
  • Musica
  • Música
  • musicas
  • Música
  • A musica
  • Música
  • Musica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!