Métodos de quantificação e controle do crescimento microbiano

Páginas: 8 (1944 palavras) Publicado: 31 de outubro de 2013
MICROBIOLOGIA – Roteiro de Aula Prática

___________________________________________________________________________________________

ORIENTAÇÕES REFERENTES ÀS NORMAS DE UTILIZAÇÃO
DOS LABORATÓRIOS DE SAÚDE - AULAS DE MICROBIOLOGIA:
1. Orientações gerais:
Nas dependências do laboratório:
– É proibido comer, beber e fumar;
– É proibido o uso de aparelho celular, filmadoras, máquinasfotográficas e computadores portáteis;
– O aluno deve comparecer portando apenas o material necessário à aula; A UNINOVE não se
responsabiliza pela perda ou extravio de objetos pessoais.
2. Jaleco ou avental:
– Uso de jaleco (ou avental) é obrigatório dentro do Laboratório;
– O jaleco deve ser de tecido branco com mangas compridas;
– Não é permitido o uso de jalecos de TNT.
3. Vestuário:
– Nãosão permitidas a entrada e a permanência de alunos nos laboratórios usando roupas como
bermudas, shorts e saias; calçados abertos, que deixem partes do corpo desprotegidas como
sandálias, chinelos, sapatilhas etc;
– O uso de saias por religiosas é permitido desde que o comprimento das mesmas esteja abaixo dos
joelhos e, mesmo nestes casos, o uso de sapatos fechados, com proteção total dos pés,é
obrigatório;
– Não é permitido o uso de bonés;
– Pessoas que possuem cabelos longos deverão mantê-los presos.
4. Uso de equipamentos e organização do material de aula:
– Verificar a voltagem do equipamento antes de ligá-lo à tomada;
– Equipamentos como microscópios não devem ser arrastados sobre a bancada;
– Os alunos devem deixar os materiais utilizados limpos e a bancada TOTALMENTEorganizados ao
final dos procedimentos conforme orientação do professor;

----------------------------------------------------

Biomedicina – 3º semestre – Profa Paula Bertacini

MICROBIOLOGIA – Roteiro de Aula Prática

___________________________________________________________________________________________

AULA 1 – CARACTERIZAÇÃO MICROSCÓPICA E MACROSCÓPICA DE BACTÉRIAS, FUNGOS ECOLORAÇÃO
DE GRAM
1) FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA:
Descrita há mais de 200 anos (1884) por Christian Gram, a coloração de Gram é uma ferramenta rápida e
barata de determinação do tipo de parede celular da bactéria em estudo ainda amplamente utilizada.
Uma bactéria é considerada Gram negativa quando sua parede celular é incapaz de reter o corante cristal
violeta, sendo corada somente pela safranina oufucsina, que confere sua coloração rosa às bactérias. Já
uma bactéria do tipo Gram positiva possui uma parede celular capaz de reter o cristal violeta, e por isso
adquire coloração roxa ao microscópio.
A coloração de Gram se baseia em algumas diferenças estruturais existentes entre a parede celular de uma
bactéria Gram negativa e de uma Gram positiva. A principal delas é que a parede celularde uma bactéria
Gram positiva, embora mais espessa, é quimicamente mais simples, ou seja, apresenta
predominantemente um único tipo de macromolécula (90% peptideoglicano).
Já a parede celular de uma bactéria Gram negativa é mais complexa. É formada por uma ou poucas
camadas de peptideoglicano e por uma membrana externa, separadas entre si por um espaço
periplasmático (ou periplasma) que contemuma série de enzimas e proteínas. Enquanto nas Gram
positivas o peptideoglicano representa de 15 a 50% da massa seca da célula, nas Gram negativas ele
representa no máximo 5%. Essas informações são importantes, pois é a quantidade de interligações
existentes entre as cadeias de peptideoglicano e o comprimento dessas cadeias que determinará a forma
da célula, e consequentemente, a forma dabactéria.
Limitações da coloração de Gram:
Embora muito útil, a coloração de Gram é contra indicada em algumas situações como, por exemplo, na
pesquisa de estruturas bacterianas como cápsulas e esporos, e na pesquisa de micobactérias. Além disso,
alguns microrganismos Gram positivos em cultivos superiores a 24h podem se apresentar Gram negativos.
Ainda devemos destacar que a maioria das...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Métodos de quantificação de crescimento microbiano
  • Métodos físicos e quimicoa de controle e de crescimento microbiano
  • CONTROLE DO CRESCIMENTO MICROBIANO
  • Crescimento E Controle Microbiano
  • Controle do crescimento microbiano
  • RESUMO crescimento e controle do crescimento microbiano
  • Relatório controle do crescimento microbiano
  • Controle do crescimento microbiano

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!