Louis Althusser Ideologia E Aparelhos Ideol Gicos Do Estado

Páginas: 70 (17390 palavras) Publicado: 11 de março de 2015
m

C'D

o

-l
cm
n
Z
_o
,,(flm
:1>
JJ
~
Z
""""I

"P~~
(fl
~~m

IDEOLOGIA E APARelHOS
DE ESTADO 1

IDEOlóGICOS

(Notas para uma investigação)

Título original
IDEOLOGIE ET APAREILS IDEOLOGIQUES D'ET AT

lii
I

© Copyright by La Pensée
Tradução de Joaquim José de Moura Ramos

I!

Reservados todos os direitos
para a língua portuguesa à
Editorial Presença, L.da
Rua Augusto Gil, 35-A - 1000LISBOA

t

1 O presente texto é constituído por dois extractos
de um estudo em curso. O autor não quis deixar de
os intitular «Notas para uma investigação». As ideias
exposta.<; devem ser consideradas apenas como introdução a uma discussão. (N. D. R.).

SOBRE A REPRODUÇÃO
DA PRODUÇÃO

DAS

CONDiÇÕES

Precisamos agora de delimitar algo que apenas entrevimos na nossa análise, quando falámos danecessidade de renovação dos meios
de produção para que a produção seja possível.
Trata-se apenas de uma indicação de passagem.
Vamos agora considerá-Ia por si mesma.
Como Marx dizia, até uma criança sabe que
se uma formação social não reproduz as condições da produção ao mesmo tempo que produz
não conseguirá sobreviver um ano que seja 1.
A condição última da produção é portanto a
reprodução das condiçõesda produção. Esta

1 Carta a Kugelmann, 11-7-1868, (Lettres sur
Ed. Sociales, p. 229),

le Capital,

9

1e

pode ser «simples» (reproduzindo 'apenas as
condições da ,produção anterior) ou «alargada»
(aumentando-as). Por agora, deixemos de parte
esta última distinção.
Que é então a reprodução das cOMições da
produção?

Vâmos entrar num domÍinio que nos é ao
mesmo tempo muito familiar (a partir doLiyro II do Capital) e singularmente desconhecido. As evidências tenazes (evidências ideológicas de tipo empirista) do ponto de vista da
produção, isto é, do 'ponto de vista da simples
prática produtiva (ela própria abstracta em
relação ao processo de produção), estão de ta,l
maneira embutidas na nossa «,consciência» quotidiana, que é extremamente difícil, para ~_não
dizer quase impossível,elevarmo-nos ao ponto
de vista da reprodução. No entanto, fora deste
ponto de vista, tudo permanece abstracto (mais
que parcial: deformado) - não só ao nível da
produção como, e principalmente, da simples
prática.
Tentemos examinar as coisas com método.
Para simplifi.car a nossa eXiposição, e se
considerarmos que toda a formação social releva de um modo de produção dominante, podemos dizer que o processode produção põe em
10

movimento

forças

produtivas

existentes

em

(dans et 80US) relações de produção definidas.

Donde se segue que, para existir, toda a
formação sodal deve, ao mesmo tempo que produz, e para poder produzir, reproduzir as condições da sua produção. Deve !pois reproduzir:
1)
2)

as forças produtivas,
as relações de produção existentes.

11

REPRODUÇAO

DOS MEIOS DE PRODUÇAOHoje, todos reconhecem (inclusive os economistas burgueses que trabalham na contabilidade nacional ou os teóri'cos «m8Jcro-economistas» modernos), porque Marx impôs esta
demonstração no Livro II do Oapital, que não
há produção possível sem que seja assegurada
a reprodução das condições materiais da produção: a reprodução dos meios de produção.
Qualquer economista, que neste ponto não
se distinguede qualquer capitalista, sabe que,
ano após ano, é preciso prever o que deve ser
substituído, o que se gasta ou se usa na produção: matéria-prima, instalações fixas (edifícios), instrumentos de produção (máquinas),
etc. Dizemos: qualquer economista = a qualq uer
capitalista, pois que ambas exprimem o ponto
de vista da empresa, contentando-secam comeu13

tarsimplesmente
os termos da práticafinanceira da empresa.
Mas sabemos, graças ao génio de Quesnay
que foi o primeiro a levantar este problema
que «entra pelos olhos dentro», e ao génio de
Marx que o resolveu, que não é ao nível da
empresa que a reprodução das condições materiais da produção pode ser pensada, porque
não é na empresa que ela existe nas suas condições reais. O que se ,passa ao nível da empresa é um efeito, que dá apenas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo texto louis althusser ideologia e aparelhos ideológicos do estado
  • LOUIS ALTHUSSER OS APARELHOS IDEOLÓGICOS E REPRESSORES DO ESTADO
  • Aparelhos ideológicos do estado
  • Aparelhos ideológicos de estado considerações sobre a obra de louis althusser
  • Althusser
  • Resumo Althusser: a escola como aparelho ideológico de estado
  • Louis Althusser
  • LOUIS ALTHUSSER

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!