Logica

Páginas: 6 (1281 palavras) Publicado: 27 de abril de 2013
Faculdade Maurício de Nassau
Curso de Direito
Fichamento
Lógica
Wellingta de Mesquita Velozo
Turno: Diurno
Período: 2º
João Pessoa / Pb
2008
Lógica
Segundo Salmon, muitos dos problemas da filosofia são de extrema relevância para as preocupações humanas e tão complexos em suas ramificações, que mesmo necessitando se submeter à investigação filosófica, talvez necessitem ser reconsideradosem cada época. Pois o autor fala que existe a necessidade de se compreender o melhor que a filosofia pode proporcionar a humanidade na busca da compreensão da totalidade, procurando as bases fundamentais, bem como as realizações contemporâneas.
Assim, embora a lógica seja, muitas vezes considerada como um simples ramo da filosofia, a verdade é que suas aplicações a levam para além dos limites dequalquer disciplina isolada. A critica da lógica pode ser aplicada em qualquer campo em que a inferência e o argumento desempenhem algum papel, diz o autor.
Dessa forma, a Lógica trata, portanto, de argumentos e inferências. Um de seus propósitos básicos é apresentar métodos capazes de identificar os argumentos logicamente válidos, distiguindo-os dos que não são logicamente válidos. Osargumentos são, via de regra, elaborados com o fito de convencer, e esta é, uma de suas importantes e legítimas funções. Argumentos logicamente incorretos são chamados “falácias”.
Para o autor, inferir é uma atividade psicológica; consiste em obter uma conclusão a partir da evidência, consiste em chegar a certas crenças e opiniões à custa de outras. A justificação de uma asserção é feita por meio de umargumento. O enunciado que deve ser justificado é a conclusão do argumento. A questão da justificação só pode ser resolvida mediante observaçãoes, experimentos e argumentos [...].
A Lógica oferece métodos de crítica para avaliação coerente das inferências. E nesse sentido, Salmon afirma que talvez a Lógica esteja qualificada para dizer-nos de que modo deveríamos pensar. Completada uma inferência, épossível transformá-la num argumento e a Lógica pode ser utilizada a fim de determinar se o argumento é correto ou não.
Em sua análise, autor cita que a Lógica fornece métodos para a análise do discurso, e essa análise é indispensável para exprimir de modo inteligível o pensamento e para boa compreensão daquilo que se comunica e se aprende.
Ele explica que argumentos dedutivos e argumentosindutivos atendem a finalidades diversas. O argumento dedutivo destina-se a deixar explícito o conteúdo das premissas; o argumento indutivo destina-se a ampliar o alcance de nossos conhecimentos. Se um argumento dedutivo é logicamente incorreto, as premissas não sustentam de modo algum a conclusão.
Para o autor a validade dos argumentos dedutivos é determinada pela forma e não pelo conteúdo dosenunciados que os compõem. O mesmo afirma que não se prova que um argumento é válido mostrando que sua conclusão é verdadeira. Não se prova que um argumento é não-válido mostrando que sua conclusão é falsa.
Salmon define que um argumento de forma não-válida se chama “falácia” dedutiva. E afirma que as falácias perigosas são aquelas que se assemelham às formas válidas. As falácias que merecematenção maior são precisamente, aquelas que têm aspecto enganoso e que podem ser confundidas com as formas válidas. Os erros são cometidos porque se acredita que o argumento é válido ou porque se pretende levar alguém a pensar nele.
De acordo com o autor, um argumento falaz não pode tornar-se válido; mas uma premissa pouco plausível pode, afinal, ser verdadeira. Adotar a atitude tolerante é dar aoargumento uma possibilidade para que se veja acolhido. Ele cita o Reduction ad absurdum como um argumento válido, muito eficaz e de amplo emprego que destina-se, algumas vezes, a estabelecer uma conclusão positiva; outras vezes, a refutar tese proposta por um interlocutor.
O autor fala que silogismos categóricos são argumentos formados com enunciados categóricos e que todos os silogismos têm duas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Lógica
  • Logica
  • Lógica
  • logica
  • logica
  • Lógica
  • Logica
  • LÓGICA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!