Livro X - A República de Platão

Páginas: 10 (2256 palavras) Publicado: 24 de outubro de 2013

UNIVERSIDADE FUMEC – BELO HORIZONTE




TÍTULO:


A REPUBLICA - PLATÃO
- LIVRO X -
Trabalho de Filosofia





GRUPO:
ROSEKELE, SAIVSON, SARAH,
SERGIO , SERGIO, TAINÁ, VITÓRIA, WINICIOS

MAIO - 2013


CURSO DE DIREITO


















UNIVERSIDADE FUMEC
Belo horizonte – Maio de 2013
1- INTRODUÇÃO


Este trabalho é elaborado conforme a proposta doenunciado feito pela professor Ricardo Baia sobre a narrativa do Livro X, A Republica – de Platão.

2- SLIDES

Platão volta ao início dos livros I, II e III resgatando algumas conceitos
Retoma a reflexão sobre o justo, injusto, a poesia e ser feliz
A natureza humana oscila entre os bons e os maus
Não há qualquer mal que não tenha algo bom, e nem qualquer bem que esteja isento do malMimese É a arte da imitação
As coisas têm: essência (o que realmente é) e aparência (é a sombra ilusória)
Um objeto é vistos de maneiras diferentes... “Quando na água e quanto estão fora da água, Quando estiver perto e quando estiver distante”

IMITAÇÃO
As emoções e as paixões atrapalham a capacidade de perceber a diferença entre a realidade e a ilusão
A poesia imita o mal, não serve paraeducar, pois tem apenas mestres enganosos, apesar de entender que a imitação decorre da natureza da arte que professam. Os atores são simplesmente imitadores.
O imitador não conhece aquilo que ele imita
Se a ARTE é falsa, não pode atingir o verdadeiro, portanto não é ética, por isso é reprovada uma vez que destrói a inteligência de quem à aprecia. "todas as obras dessa espécie se me afiguram ser adestruição da inteligência dos ouvintes"

O Estado e a Poesia
Logo compreende-se que o artista é um transtorno para a cidade perfeita, portanto não pode ser permitido, pois a arte é uma prática da ilusão de ótica e pode produzir mediocridade.
Para Platão, o filósofo é realmente aquele que pode chegar ao conhecimento do real que está no mundo das ideias
Sócrates diz que a poesia não estabelececritérios morais
Filosofia e arte são, pois, irreconciliáveis

Imortalidade da Alma
Preocupado com a virtude, Sócrates compara entre vícios da alma e doenças no corpo
Se doenças prejudicam o corpo, há vícios que prejudicam a alma
Se algo só pode ser destruído por outra coisa a não ser que seja de sua própria natureza, entende-se que:
O corpo pode ser destruído pela doença.
A alma nãosucumbe diante dos vícios porque não prejudicam propriamente a alma que os carrega, mas recaem sobre os outros
Vocês não sabem que a alma é imortal?
Se for imortal, não podem ser destruídos, portanto vão existir sempre em mesmo numero
Todos ficariam na imortalidade

Mito de Er
Sócrates explica a Gláucon como e porque as almas chegam até o mundo sensível
“O essencial era escolher a fim de nãocair na ganância da tirania e da riqueza, evitar os excessos na vida mundana e optar sempre com muita prudência”
“os primeiros deveriam ter prudência e os últimos coragem”
Uma alma justa receberá, nos Campos Elísios, recompensas dignas de sua natureza e prosseguirá na via no destino imortal. Quem escolhe mau, fazia escolhas baseando nos hábitos em vidas passadas e não à Filosofia. "A suacapacidade de escolha, e de se escolher, através de uma reflexão informada e responsável.".
Platão fala da fatalidade do destino de cada um, nos limites de uma conciliação arriscada do homem:
"A escolha operada no além determina o esquema de uma vida, não a sua qualidade espiritual, que provém unicamente da responsabilidade individual."
Viver bem é essencial:
"o pensamento reflexivo reinasoberanamente.
Esse será o preço para nos salvarmos."
Para uma vida melhor, ou seja, mais justa:
“deve-se saber sempre escolher o modelo intermediário dessas tais vidas, evitando o excesso de ambos os lados (...)”,
pois é assim que o homem alcança maior felicidade.
Platão


3- RESUMO DO TRABALHO

O objetivo deste trabalho é a investigação da crítica feita por Platão à poesia mimética e a todo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • republica de platao
  • REPUBLICA PLATÃO RESUMO X
  • A Republica de Platão
  • resenha do livro a republica de platão
  • Resumo do Livro "A república" de Platão
  • A Republica de Platão
  • A republica platao livros 1,2e3
  • A República de Platão

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!