livro de literatura

Páginas: 20 (4935 palavras) Publicado: 9 de maio de 2015
Faltavam apenas sete dias, e todos já esperavam ansiosos pelo evento. Toda a nobreza real estava convidada para, no dia 2 de dezembro de 1863, comparecerem a tão esperada festa de inauguração do observatório astronômico, criado por Dom Pedro II. Aproveitando a ocasião, seria comemorado o aniversário do próprio imperador, construtor da grande obra.
Os dias passaram rápido, mas por sorte (ou pormuito esforço dos que trabalhavam nele), foi declarado o término do observatório a tempo para sua inauguração, que seria no dia seguinte. Dom Pedro escolhia as roupas que usaria, e pedia à sua filha, a princesa Isabel, para que usasse seu vestido mais belo, junto de seu “sapato de cristal”. Um sapato revestido com pedrinhas de diamante, que a jovem nunca tinha usado por falta de ocasião. Era umpresente do pai, e ela disse que usaria com o maior prazer.
Amanhecia o grande dia. O evento seria à noite, por volta das vinte horas. A Princesa não estava nem um pouco empolgada para a festa, ainda mais que teria de usar aquele “sapato de cristal”, que particularmente, não achava nem um pouco confortável.
O dia era ensolarado, nem muito quente, nem muito frio. Isabel levantou relativamente cedo,com o objetivo de encontrar seu pai e dar-lhe os parabéns antes dele começar sua correria de sempre. Porém, para sua decepção, seu pai já não se encontrava mais em casa.
O salão onde ocorreria a festa ficava do lado do observatório, e foi muito bem projetado por dois irmãos. Um deles era arquiteto, e o outro engenheiro. Os dois eram excelentes profissionais que vinham fazendo sucesso, principalmentena Inglaterra (país onde nasceram e vivem). O que há de mais avançado em termos tecnológicos no salão é a iluminação. Feita por um sistema de ductos nas paredes, que transportam gás. O gás é liberado e queimado em diferentes pontos do salão, dando uma iluminação muito melhor que as velas, geralmente usadas para festas. Neste sistema é possível controlar a intensidade da luz, variando de maisbaixa (em momentos mais descontraídos, como a dança), e mais alta (em momentos de discurso, ou até no jantar).
Porém, nesta manhã, Dom Pedro recebeu uma carta do engenheiro informando que o sistema tinha parado de funcionar. O Imperador saiu cedo de casa e se dirigiu ao local. Deduzia-se que um dos canos tinha se desprendido, fazendo com que o gás escapasse. O problema era que se assim fosse, oconserto custaria muito caro e, além disso, teriam que adiar o evento, pois tinham que lapidar todas as paredes para descobrir onde estava o problema. Dom Pedro ficou furioso:
- Como me fala isso somente agora? Gastei uma fortuna com essa obra, e você me diz que esta com problemas? Creio que o conserto seja de sua responsabilidade, e sem custos para mim. Além do mais, afirma que tenho que adiar oevento? Não tem vergonha na cara? – explodiu o imperador, descontrolado.
- Desculpe majestade, prometo empenhar-me o máximo para resolver esse problema, e sem custos ao senhor. Mas não dou esperanças de acabar hoje.
- Tudo bem. Eu entendo. Mas trate de solucionar o problema, que eu me ocupo em adiar a inauguração.
Após alguns segundo que Dom Pedro tinha saído, as luzes se acenderam como mágica, e umdos funcionários apareceu dizendo:
- O problema estava na torneira que controlava a passagem de gás. Ela estava fechada.
O Engenheiro saiu correndo atrás do Imperador, e só foi alcançá-lo depois de correr umas cinco quadras. Dom Pedro ficou aliviado com a notícia, pois agora não precisaria mais adiar a festa.
O relógio já marcava dezenove horas e quarenta e cinco minutos. O imperador e suaesposa Tereza Cristina esperavam pela sua filha, que ainda se preparava. Os Dois estavam ficando impacientes quando ela saiu de seu quarto. Pedro, Tereza e os empregados que estavam na sala olharam para Isabel. Estava usando um vestido azul claro, que combinava com a cor de seus olhos. Tinha luvas brancas nas mãos. E como todos esperavam, estava com os sapatos de cristal, que brilhavam conforme se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • livro literatura
  • Literatura e o livro
  • livros de literatura
  • Literatura-livro Luciola
  • Livros de literatura e televisão
  • Resumo do livro de Literatura
  • Livro de literatura portuguesa
  • Livro teoria da literatura

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!