Livro 2 Marshall

Páginas: 9 (2084 palavras) Publicado: 9 de agosto de 2013
CAPÍTULO I – INTRODUÇÃO

A Economia é uma Ciência da Riqueza e ao mesmo tempo é uma ciência social, já que trata dos esforços do ser humano para satisfazer as suas necessidades, ou seja, a Economia considera a riqueza como um meio de satisfazer as necessidades e como resultado de esforços. Normalmente esses esforços são medidos pelo “dinheiro”. Temos como objetivo, fazer um estudo da própriariqueza, investigar aquelas que podem ser consideradas como Riqueza inclusive em que grupos ou classes elas devem ser divididas. Temos que levar em conta toda a variedade das necessidades e dos esforços, lembrando que a Economia opera com um pequeno número de termos de uso comum, que expressa distinções sutis.
Os economistas têm muito a aprender, com as experiências da biologia, como o estudo deDarwin. “Ele mostra que os caracteres determinantes dos hábitos de vida e da posição geral de cada ser na economia da Natureza não são os que projetam mais luz sobre a sua origem, mas os que projetam menos.” Podemos citar como um exemplo a relação entre banqueiros e suas duas classes de clientes: aqueles a quem eles tomam, e aqueles aos quais eles dão empréstimos. Mudanças em termos (usura porjuro, por exemplo) correspondem a uma mudança geral no contexto, trouxe um novo critério à analise e classificação dos elementos (custo de uma mercadoria). “Também o esquema geral de divisão do trabalho em qualificado e não qualificado está sofrendo uma alteração gradual; o sentido do termo ‘renda’ está sendo alargado em certas direções e estreitado noutras; e assim por diante.” Devemos também terem mente a história dos termos utilizados, traz explicações para o desenvolvimento econômico da sociedade.
Não é uma tarefa fácil, diferente de outras ciências, que podem ser enquadrados numa nova classe e consequentemente novos termos, a Economia não pode seguir esta mesma linha, ou seja, seus termos devem ser expressos em linguagem inteligível ao grande público, deve-se conformar com os termosfamiliares da vida diária, obtendo um significado comum. No emprego de seus termos a Economia deve seguir, tão estritamente quanto possível, a prática da vida cotidiana. Infelizmente a maioria das principais distinções expressas nos termos econômicos não são diferenciais de natureza, mas apenas de grau, não mostra haver verdadeira solução de continuidade.
Portanto, para finalizar a introdução aoLivro Segundo, devemos analisar cuidadosamente as características reais das varias coisas que temos que nos ocupar, assim poderemos observar que o uso de cada termo faz sentido, que ainda tem razões para ser destacado como o principal sentido ao uso comum. Quando for necessário usar o termo em qualquer outro sentido, a alteração deve ser indicada.

CAPÍTULO II – A RIQUEZA

A riqueza consisteem coisas desejáveis, em coisas que suprem as necessidades humanas de alguma forma, apesar de nem todas as coisas desejáveis sejam consideradas riqueza, como a amizade por exemplo. Na falta de algum termo de uso comum para as necessidades humanas podemos usar o termo bens para este fim. Os bens podem ser: Bens materiais (coisas matérias úteis a todos os direitos de quem a possuir, usar ou extrairproveitos ou recebe-las num tempo futuro, como por exemplo: terra, água, ar, clima, produtos de agricultura, mineração, pesca, construção, hipotecas, participação em empresas, direitos autorais...), bens internos (qualidades e faculdades pessoais para um prazer comum, como por exemplo a habilidade para negócios) e externos (consiste do beneficio que o ser humano tira dos indivíduos, como porexemplo os tributos de trabalho e serviços de um funcionário), bens transferíveis e intransferíveis (incluem as qualidades e faculdades de uma pessoa para a ação e o prazer) e os bens livres (bens não apropriados pelos seres humanos e fornecidos pela Natureza, como por exemplo, a terra no seu estado original, o peixe do mar... lembrando que o trigo cultivado no terreno livre e o peixe pescado em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Livro 2
  • Livro 2
  • Livro 2
  • Gestão da qualidade
  • Marshall
  • Resumo do livro “o jornalismo na era da publicidade” de leandro marshall
  • Resumo do livro 2
  • Livro Didatico 2

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!