Lipodistrofia ginóide

Páginas: 25 (6227 palavras) Publicado: 19 de novembro de 2012
RESUMO
A lipodistrofia ginoide (celulite) é dermatose inestética comum que aflige muitas mulheres ao redor do mundo. Dependendo da intensidade do quadro estabelecido, essa condição pode ser responsável por relevantes distúrbios psicossociais. Na prática clínica, muitas formas terapêuticas já foram tentadas; muitas foram colocadas no cenário das terapêuticas proscritas não só por sua ineficiênciaterapêutica, mas também pelo risco que impõem à saúde do paciente. Outras, ainda em voga, têm fragilidades científicas que não sustentam sua utilização; no panorama médico atual, encaramos, também, as promessas dos aparelhos médicos, sendo poucos os que realmente apresentam substrato científico de sustentação. Este artigo faz ampla revisão da literatura médica, analisando estudos presentes naliteratura científica, tentando fornecer ao leitor argumentos que possam embasá-lo na indicação de uma dada terapêutica em detrimento de outra, a fim de confortá-lo no discurso clínico de resultados junto ao paciente portador de tal enfermidade.

Palavras-chave: CELULITE , TECIDO ADIPOSO , LIPODISTROFIA , 

INTRODUÇÃO
Lipodistrofia ginoide (LG) tem o termo "celulite" como sinônimo leigo maisusual, o qual foi originário da literatura médica francesa. 1 Trata-se de dermatose comum, fisiológica e indesejável, cuja etiologia e manejo são objetos de debates e representam preocupação cosmética importante. 1
LG afeta de 85% a 98% das mulheres de todas as raças após o início da puberdade, sugerindo componente hormonal em sua patogenia. 1 Apesar de sua alta prevalência, há poucos estudoscientíficos sobre a fisiopatologia da LG, dificultando, assim, decisão terapêutica acertada a sua abordagem. 1
Pode ocorrer em qualquer área da superfície corporal que contenha tecido subcutâneo adiposo, sendo as áreas mais suscetíveis as regiões superior e posterior das coxas e nádegas. De forma rara, pode ser encontrada também nas mamas, região inferior do abdome e nuca. 1
Nurnberger-Muller propôsuma escala classificada em graus: 2
Estádio zero: não evidenciada nas posições de pé e deitada. À dermoexpressão observam-se "dobras e sulcos", mas não há aparência de "colchão".
Estádio 1: não evidenciada nas posições de pé ou deitada, mas à dermoexpressão revela aparência de "colchão".
Estádio 2: evidenciada espontaneamente na posição de pé e não na deitada.
Estádio 3: evidenciadaespontaneamente nas posições de pé e deitada.
As principais hipóteses que pretendem explicar a fisiopatologia da LG incluem: arquitetura da pele, alteração dos septos do tecido conjuntivo, alterações vasculares e fatores inflamatórios. 1
Através da ressonância magnética, observa-se que 96,7% das áreas glúteas com depressões causadas pela LG apresentam septos fibrosos, perpendiculares à superfície da pele; amaioria é ramificada. Sua espessura é, em média, duas vezes maior que na área sem LG. 2
Numerosas terapias têm sido publicadas e empregadas no tratamento da LG. A despeito da multiplicidade de modalidades terapêuticas, há na literatura científica evidências de que esses tratamentos são benéficos, porém, na realidade, muitas dessas evidências são subjetivas e baseadas na experiência médicaindividual ou na resposta de satisfação dos pacientes; há, ainda, os vícios metodológicos empregados em muitos dos estudos. 1,3
À luz dessas respostas científicas disparatadas, este artigo pretende realizar uma análise crítica dos estudos terapêuticos publicados na literatura médica internacional com relação à abordagem da LG.
Terapias tópicas
Muitos tratamentos tópicos têm sido citados como efetivosna redução da LG, porém poucos avaliam cada princípio ativo separadamente e têm desenhos clínicos adequados. Sendo assim, acabam não atingindo validação científica.
Substâncias relatadas na literatura como benéficas na abordagem da LG:
Retinol 
Kligman e cols. compararam creme à base de retinol, aplicado duas vezes ao dia, durante seis meses, em uma coxa, versus placebo, na outra coxa. Do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Lipodistrofia ginoide
  • Lipodistrofia ginoide
  • Tratamento de lipodistrofia ginóide
  • APLICABILIDADE DO ULTRASSOM NA TERAPÊUTICA DA LIPODISTROFIA GINÓIDE NA ESPECIALIDADE DE BIOMEDICINA ESTÉTICA
  • lipodistrofia
  • lipodistrofia
  • lipodistrofia
  • lipodistrofia genoide

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!