Linguística

Páginas: 7 (1698 palavras) Publicado: 28 de maio de 2011
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO – UEMA
CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE SANTA INÊS – CESSIN
DEPARTAMENTO DE LETRAS
CURSO DE LETRAS

Islene Gabriel de Sousa
Mardoclésio Silva de Melo
Wiviane de Oliveira Carvalho

No contexto em que a escola se depara na atualidade, como trabalhar a Língua Portuguesa de forma reflexiva?

Santa Inês
2009

Islene Gabriel de Sousa
Mardoclésio Silva deMelo
Wiviane de Oliveira Carvalho

No contexto em que a escola se depara na atualidade, como trabalhar a Língua Portuguesa de forma reflexiva?

Trabalho apresentado à disciplina Lingüística Aplicada ao Ensino de Línguas, ministrada pela professora Elijames Moraes, para obtenção da primeira nota.

Santa Inês
2009
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 4

2FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 5

3 CONSIDERAÇÕES FINAIS 8

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 9

1 INTRODUÇÃO

Com o objetivo de encontrar métodos mais assertivos para o ensino da língua materna, tem-se discutido largamente acerca do seguinte questionamento: no contexto em que a escola se depara na atualidade, como trabalhar a língua portuguesa de forma reflexiva?
A questão é bastante ampla ecomplexa, e envolve a participação de professores, pedagogos e especialidades da área de educação, que juntos estarão empenhados em solucionar a problemática que gira em torno do processo de ensino/aprendizagem da nossa língua.
Após inúmeros debates, concluiu-se que, entre as prováveis soluções que envolvem essa questão, está o desenvolvimento da leitura interativa, ou seja, a socializaçãodos conhecimentos trazidos pelo aluno durante a convivência social, e a “quebra” do mito que prioriza os estudos da gramática normativa no ensino de língua portuguesa.
Apesar de reconhecermos a importância do domínio da norma padrão, pesquisas atuais comprovam que o ensino de regras gramaticais não é suficiente para que o aluno tenha uma visão panorâmica da língua praticada em seu país.Portanto, é necessário que o educador valorize a troca de experiências entre os alunos em sala de aula, fazendo com que eles percebam as variações da linguagem como parte integrante na formação da língua portuguesa, pois, mas importante que internalizar regras, é estabelecer uma comunicação recíproca entre os indivíduos no grupo social.

2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Hodiernamente, a maioriados professores de Língua Portuguesa ainda insiste que para ter um pleno domínio da cultura escrita e da fala, se torna necessário aprender a gramática, impondo assim a forma culta da língua em detrimento da linguagem peculiar que cada um tem, que é a linguagem materna (aquela adquirida no seio familiar).
É também interessante observar que mesmo os educadores que tentam se desvinculardessa forma tradicional de ensinar a Língua Portuguesa, a qual não valoriza a diversidade lingüística, encontram obstáculos tanto na escola, que estigmatiza o tradicionalismo no ensino, quanto na família do educando, pois não é raro encontrar pais ameaçando retirar seu filho da escola caso esta não ensine gramática da mesma forma que outrora lhes foi ensinada.
Segundo LUFT (1994, p.21), “Umensino gramaticalista abafa justamente os talentos naturais, incute insegurança na linguagem, gera aversão ao estudo do idioma, medo à expressão livre e autêntica de si mesmo”.
Prova disso é que a maioria dos escritores de renomes são oriundos de cursos de formação que não enfatizam tanto a gramática. Raramente eles são beletristas. Quando a pessoa fica muito presa às normas que regem alíngua/linguagem, perde um pouco das fluências verbal e escrita, tornando mais difícil a expressão.
Vê-se, por conseguinte, que se constitui um mito dizer que o aprimoramento lingüístico dos alunos depende do aprendizado da gramática. Segue nessa trilha Mário Perini (1996, p. 50), “Não existe um grão de evidência em favor disso; toda a evidência disponível é em contrário”.
Não...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O que é linguística?
  • Linguistica
  • linguistica
  • Linguistica
  • Linguistica
  • Linguística
  • Linguistica
  • linguistica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!