Libia: conflitos mundiais / japão: terremoto - tsunami

Páginas: 10 (2455 palavras) Publicado: 21 de maio de 2011
-------------------------------------------------
O que está acontecendo na Líbia?
A Revolta na Líbia em 2011 é uma onda de protestos populares com reivindicações sociais e políticas, iniciada em 13 de fevereiro de 2011 na Líbia. Faz parte do movimento de protestos nos países árabes em 2010-2011. Tal como na revolução na Tunísia e na revolução no Egito, os manifestantes exigiam mais liberdadee democracia, mais respeito pelos direitos humanos, uma melhor distribuição da riqueza e a redução da corrupção no seio do
Estado e das suas instituições. O chefe de Estado líbio, Muammar Kadafi, também conhecido como Gaddafi, Kadhafi eQaddafi,é o chefe de Estado árabe no cargo há mais tempo: lidera a Líbia há 42 anos.
As principais alterações ocorreram nas cidades de AlBayda', Derna,Benghazi e Bani Walid e em vários outros locais mas em menor grau.
Uma avaliação preliminar mostra que pelo menos quatro pessoas morreram e dez ficaram feridas gravemente nos protestos de 16 de fevereiro. O dia 17 de fevereiro foi chamado "dia de Raiva" contra Khadafi. Nas redes sociais circulam apelos para manifestações maciças em todo o país.
No "dia da raiva" o total de mortos atingia já as 84 pessoas-------------------------------------------------
Acontecimentos
As primeiras manifestações começaram em 15 de fevereiro de 2011 e nos próximos dias, mais de uma dezena de manifestantes foram mortos em confrontos com grupos pró-Kadhafi e a polícia secreta. Também foi relatado que a repressão atingiu um alto nível, tendo ocorrido bombardeios indiscriminados de cidades, franco-atiradoresassassinando manifestantes, causando também um declínio na economia da Europa, onde o euro caiu e os preços do petróleo em Londres subiu para níveis acima de 110 dólares.
Os protestos contra a intransigência do governo e a brutal repressão contra os manifestantes, degeneraram em uma revolta que se espalhou rapidamente por Cirenaica, a parte oriental do país, tradicionalmente contrária a Gaddafi. A maiorparte do exército nesta área se juntou à oposição, enquanto partidários do regime abandonaram suas armas e seus quartéis .
A parte ocidental da Líbia também começou a cair sob o controle dos grupos anti-Gaddafi, deixando Tripoli, a capital do país, cercada por cidades controladas pelos manifestantes. A proximidade dos adversários fez com que as forças leais ao regime lançassem uma série deataques a essas cidades na tentativa de recuperá-las, causando muitas baixas, mas sem conseguir impedir que a oposição avançasse pela capital.
A maioria das nações condenaram veementemente o governo da Líbia de Kadafi pelo uso de violência contra os manifestantes, que já matou centenas de pessoas no país. Os Estados Unidos impuseram sanções contra Kadhafi. O Conselho de Segurança das Nações Unidasaprovou uma resolução com o congelamento do patrimônio de Kadhafi e 10 membros de seu círculo íntimo. A resolução também impôs uma proibição de viajar e se refere a Líbia para investigação no Tribunal Penal Internacional. No entanto, alguns chefes de Estado da América Latina manifestaram apoio ao governo de Khadafi pelo qual foram criticados.

Órgãos internacionais
*  União Europeia: No dia 28de fevereiro, aprovou um pacote de sanções contra o Kadafi. Entre essas sanções estão o congelamento de bens de Khadafi e de 25 pessoas próximas ao governo e também um embargo de armas e de viagens.
*  Nações Unidas: Impôs, por unanimidade, o bloqueio dos bens de Khadafi e também embargo de armas.

Países
*  Cuba: É contra qualquer intervenção estrangeira na Líbia e também reiterou umpedido de calma para as autoridades da Líbia.
*  Venezuela: É contra a interferência estrangeira na Líbia, e o presidente Hugo Chávez disse que ninguém pode condenar as ações de Khadafi, pois quem ataca o Afeganistão e o Iraque não tem moral para condenar ninguém.
* Em 01 de março defende que alguns países formem uma comissão de mediação como meio de buscar uma saída pacífica ao...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Tsunami no japão
  • Conflitos em Libia
  • terremoto no Japão
  • Terremoto japão
  • tsunami Japao
  • Terremoto do Japão
  • conflitos na libia
  • Tsunami no Japão em 2011

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!