Leis Das Rea es Qu micas

Páginas: 17 (4164 palavras) Publicado: 21 de abril de 2015



Leis Das Reações Químicas





Vitor Carreira Gaiola, 1 ano E. M.
Colégio Betânia
2013








TRABALHO DE Química

Professor (a): Idimirci
Aluno: Vitor Carreira Gaiola






Altônia 02 de ezembro de 2013









Sumário
Lei de Dalton - Lei das Preções Parciais-------------------------------------------04

Lei de Lavoisier - Lei da Conservação dasMassas------------------------------11

Lei de Proust - Lei das Proporções Definidas -----------------------------------17

Lei de Gay - Lussac – Lei Volumétrica--------------------------------------------21

Referencias Bibliograficas---------------------------------------------------------------














Lei de Dalton
John Dalton (1766-1844) foi um grande estudioso da constituição damatéria, sendo mais conhecido por sua teoria atômica. Porém, ele também trouxe muitas outras contribuições para as Ciências. Entre elas está a contribuição para a Química e a Física referente à sua lei estabelecida em 1801 que relaciona as preções parciais dos gases e misturas gasosas.
Genericamente a lei de Dalton diz que a preção total de uma mistura gasosa é a soma das preções parciais de todosos gases que compõem a mistura.
Então temos a fórmula:


Por exemplo, vamos imaginar a formação de uma mistura gasosa de gás hélio e gás oxigênio. Inicialmente esses dois gases estão em recipientes separados, possuindo cada gás o seu próprio volume, sua própria pressão e sua própria temperatura. Então, volumes iguais desses gases são misturados em um único recipiente, sendo mantidos na mesmatemperatura.
Considerando esses gases como ideais, eles não irão reagir entre si, sendo que a mistura se comportará como se fosse um gás único e a pressão de cada componente será independente da pressão dos demais. Por isso, a pressão dessa mistura será igual à soma das pressões exercidas por cada um de seus componentes na mistura, ou seja:


É importante ressaltar que a pressão parcial de cadagás não é a pressão que ele exercia antes de entrar na mistura, quando estava isolado, mas corresponde à pressão que ele exerceria se estivesse sozinho, ocupando o volume total da mistura e na mesma temperatura em que a mistura se encontra, ou seja, é sua pressão dentro da mistura.
Por exemplo: O ar é uma mistura gasosa constituída basicamente de 80% de gás nitrogênio e 20% de gás oxigênio.Imagine que um pneu seja calibrado com a pressão de 2,0 atm por um compressor de ar. A pressão total da mistura dentro do pneu é de 2,0 atm. Visto que a lei de Dalton diz que a pressão total é a soma das pressões parciais de cada gás na mistura, podemos concluir que a pressão parcial do gás nitrogênio nessa mistura é de 1,6 atm (80% de 2,0 atm) e a do gás oxigênio é de 0,4 atm (20% de 2,0 atm).
Seusarmos a equação de estado dos gases ideais, teremos que a pressão parcial de cada um desses gases é igual a:
PHe = nHe RT
                  V
PO2 = nO2 RT
                  V
Observe que as pressões parciais são diretamente proporcionais aos números de mols (n). Assim, a pressão total também é diretamente proporcional à somatória do número total de mol (Σn):
PTOTAL = Σn RT
                    V
Através dessas relações, podemos determinar outra grandeza química importante: a fraçao molar (X). ela nada mais é que a relaçao emtre o numero de mol de um dos gases na mistura coma somatória do numero de mol na mistura. Ess fração corresponde também à relação emtre a preção parcial do gás e da preção total da mistura.
Chegamos à fração molar dividindo a equação da pressão parcial de um dosgases pela pressão total. Vamos pegar como exemplo o gás hélio:
_PHe . V    = nHe RT
PTOTAL . V     Σn RT
PHe   = nHe = XHe
PTOTAL  Σn  
 
Veja um exemplo: Voltando à mistura de nitrogênio e oxigênio presente no ar com que foi calibrado o pneu, digamos que, para cada 1 mol de ar, temos 0,8 mol de nitrogênio. Assim, a fração molar de cada um desses gases na mistura é dada pelas equações abaixo:...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Rea es Qu micas
  • REA ES QU MICAS
  • Trablho de Rea es Qu micas
  • CIN TICA QU MICA VELOCIDADE DAS REA ES QU MICAS E
  • Rea Es Qu Micas Instituto Federal
  • Cin tica das rea es qu micas
  • RELAT RIO REA ES QU MICAS
  • 18 Rea Es Qu Micas II

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!