Justiça e equidade

Páginas: 2 (263 palavras) Publicado: 4 de junho de 2011
1-JUSTIÇA E EQUIDADE
1.1 CONCEITO DE JUSTIÇA.

A justiça é o magno tema do Direito e, ao mesmo tempo permanente desafio aos filósofos doDireito, sendo sua definição clássica uma elaboração Greco- romana. Com base nas concepções de Platao e de Aristoteles, o jurisconsulto Ulpiano formulouque a justiça é constante e firme vontade de dar a cada um o que é seu. Esta colocação, que enganadamente alguns consideram ultrapassada em face dajustiça social, é verdadeira e definitiva; valida para todas as épocas e lugares, por ser uma definição apenas de natureza formal , que não define oconteúdo do seu de cada pessoa. O que sofre variação, de acordo com evolução cultural e sistemas políticos, é o que deve ser atribuído a cada um. Ocapitalismo e o socialismo, por exemplo, não estão de acordo quanto as medidas de repartição dos bens matérias na sociedade.
A justiça é uma da primeirasverdades que afloram ao espírito. Não é uma idéia inata, mas se manifesta já na infância, quando o ser humano passo a reconhecer o que é SEU. Asemente do justo se acha presente na consciência dos homens. A ALTERIDADE é um dos caracteres da justiça, de vez que esta existe sempre em função de umarelação social, JUSTITIA EST AD ALTERIM( a justiça é algo que se refere ao semelhante). Segundo Aristoteles, a justiça reúne quatro termos:’’duas são aspessoas para quem ele é de fato justo, e duas são as coisas em que se manifesta-os objetos distribuidos.’’

1.2 O CARATER ABSOLUTO DA JUSTIÇA.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Justiça como equidade
  • JUSTICA COM EQUIDADE
  • Justiça e equidade
  • justica e equidade
  • Justiça e Equidade
  • justiça e equidade
  • equidade e justiça
  • Justiça e equidade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!