Justiça Retributiva

Páginas: 11 (2703 palavras) Publicado: 12 de dezembro de 2014
Resumo AV3
A psicologia possui origem na filosofia, onde surgiram os primeiros questionamentos sobre o
homem, sua existência, forma de estar no mundo, de conhecer e de se relacionar com as
pessoas e os objetos. Tudo isto era referido à alma, “Psiqué”. A psicologia só passou a ser
considerada ciência, nos moldes positivistas, a partir de Wundt e seus estudos de laboratório
sobre percepção.Wundt trouxe o estruturalismo como a primeira corrente a estudar a
percepção, a partir dos “átomos de pensamento”, pequenas estruturas que comporiam o
pensamento. Os estudos sobre percepção não pararam em Wundt, recebendo contribuições de
inúmeras teorias e autores ao longo dos anos.
Hoje, se entende que a percepção se dá de forma dialética, ou seja, a partir da relação entre
aquele que percebe(sujeito) e o que é percebido (objeto). Entende-se também que a percepção
é influenciada pelos nossos sentidos físicos e pelas circunstâncias do contato com o objeto.
Além disto, a experiência da percepção é distinta para cada sujeito porque não está relacionada
apenas ao acontecimento, mas a elaboração interna que cada um fará sobre o momento. A
percepção recebe, portanto, influência dasnossas experiências anteriores, nossos interesses, que
interferem na interpretação que damos às nossas experiências.
Tendo como objeto de estudo o homem e suas relações sociais, a Psicologia está presente em
diversas áreas de atuação, se associando a outros profissionais em ações inter, multi e
transdisciplinares, alargando suas fronteiras para dialogar com outros saberes. Reconstrói asfronteiras e suas identidades deixando evidente sua complexidade epistemológica e
metodológica.
Um dos campos que a psicologia se aproxima é o jurídico, onde teve suas primeiras práticas
com a Psicologia do Testemunho, quando o judiciário esperava que o psicólogo fosse capaz de
atestar a veracidade e fidedignidade dos depoimentos. Isto por conta da expectativa de que
buscando padrões de comportamentoem seus estudos, a Psicologia pudesse fazer previsões
sobre o comportamento das pessoas. Em muitos momentos, algumas teorias buscaram também
cumprir este papel.
Em contrapartida, ao longo dos estudos sobre personalidade, em sala da aula, pudemos
observar que, embora as pessoas apresentem um conjunto de traços característicos, que marcam
um padrão de comportamento, a personalidade é dinâmicae flexível, para que possamos nos
adaptar e nos adequar às diversas situações vividas.
Sabemos também que o desenvolvimento humano e da personalidade foi estudado por diversas
teorias, mas que podemos apontar que predomina a compreensão de que o desenvolvimento se
dá pela combinação de fatores individuais em constante interação social com o ambiente no
qual estamos inseridos. Outro pontocomum entre as teorias é a importância da adolescência
como momento de grandes transformações físicas, sexuais, psicológicas e da própria inserção
social, já que o sujeito se prepara para ingressar no mundo adulto. Vimos também que, para
Erikson, o desenvolvimento é contínuo, até a morte.

Considerando todo este processo de conhecimento do homem como potente para a mudança,
considerando que asubjetividade, ou seja, o que somos enquanto sujeito, possui total relação
com todas as experiências que já vivenciamos, hoje a Psicologia entende que não é possível
prever comportamentos e que não é este o seu papel. Pensando no compromisso ético e social,
a Psicologia deve servir a potencialidade de transformação do sujeito, contribuindo para que ele
possa compreender melhor a si mesmo eencontrar as formas mais potentes de estar nas
relações. Embora ainda haja expectativas de que o psicólogo seja capaz de “consertar” as
pessoas que apresentam algum “desvio de conduta”.
Neste sentido, o trabalho do psicólogo em sua relação com a justiça passa por muitos embates.
As demandas do judiciário, de modo geral, visam a manutenção da ordem social e não o bem
estar do sujeito. Desta...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Justiça Restaurativa e Justiça Retributiva
  • Justiça retributiva X restaurativa
  • Os dilemas da sociedade punitiva: Justiça Retributiva e Justiça Restaurativa
  • Dissertação
  • Justiça restaurativa x justiça retributiva x justiça distributiva
  • Mito de Er e a justiça retributiva transcendental de Platão
  • retributiva
  • justiça

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!