Juliana

Páginas: 16 (3959 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
1
REGULAR E DISCIPLINAR: ANÁLISE DE DISPOSITIVOS DISCIPLINADORES
DA EDUCAÇÃO ESCOLAR NA CORTE IMPERIAL
Rosemaria J. V. Silva UERJ/CNPQ/NEPHE
3. Cultura e práticas escolares
A falta de disciplina é um mal
pior que a falta de cultura,
pois esta pode ser remediada mais tarde,
ao passo que não se pode abolir
o estado selvagem e corrigir
um defeito de disciplina.
“Enviam-se em primeirolugar as crianças para a escola não com a intenção de
que elas lá aprendam algo, mas com o fim de que elas se habituem a permanecerem
tranqüilamente sentadas e a observar pontualmente o que se lhes ordena”.
KANT (1996)
Nada parece mais antigo e ligado a um passado imemorial e remoto do que a escola e
algumas práticas que a cercam. Costumamos concebe-la como algo natural, unânime em suaimportância e, que sempre foi o melhor lugar para educar a infância. Contudo, o lugar social
privilegiado que esta instituição possui hoje, foi forjado através dos tempos, se enquadrando
num processo de mudança, num devir continuo, numa história/percurso e numa construção de
vários atores, entre os quais podemos citar o Estado.
Este processo que pode ser caracterizado como uma ação continua,desenvolvendo-se
em direção a um resultado, implicando conceitos de tempo e mudança afirmou lentamente a
centralidade do papel da instituição escolar na formação de novas gerações. O que permite
inferir a escola o status de “tradição inventada” HOBSBAWM (1987), uma vez que, há
poucos séculos esta não tinha um lugar social de destaque, cuja legitimidade fosse
incontestável. Foi sendo edificada atravésdos tempos, de acordo com interesses e propósitos
determinados pelo espaço e pelo tempo ao qual estava inserida, realizada sob diversos olhares
e com diferentes intenções e, que ao torna-se o locus privilegiado da educação dos sujeitos,
também consagrou - se como lugar de disciplinarização, coerção e controle físico, psíquico e
social. Instituindo-se como distinta modeladora de comportamentos.De todas as instituições disciplinadoras é a escola que possui o maior alcance, pois é no
interior dessa instituição que os indivíduos deverão passar a maior parte das horas de sua

2
formação, até que estejam prontos para a vida adulta. Entretanto, a disciplina no interior da
instituição educacional não é somente a disciplina do corpo, mas também a submissão dos
conhecimentos à disciplinainstitucional, isto é, a escolarização dos saberes. A
disciplinarização dos saberes, ou a pedagogização dos conhecimentos, consistiu em uma
operação de organização, classificação, depuração e censura dos conhecimentos, uma
operação moralizaladora que não só atingiu os corpos, mas também os conhecimentos a serem
ensinados. César (2004).
Assim, a escola disciplinar não distinguiu mais entrecorpo e conhecimento, praticando
uma moralização de ambos na medida que o seu objetivo era a produção de um determinado
sujeito. De conhecimentos verdadeiros, tal com eram entendidos no século XVII, os
conhecimentos passaram a ser separados entre morais e amorais, em uma operação que
classificou, hierarquizou e excluiu conhecimentos em nome da produção de uma subjetividade
normalizada. Destemodo, os conhecimentos selecionados e institucionalizados foram
colocados em um quadro de regulação das formas de ensino, de exercícios de repetição e de
avaliação da aprendizagem, pois os conhecimentos e os bons costumes não poderiam mais ser
diferenciados uns dos outros.
A tese foucaultiana a respeito da disciplina revolucionou os estudos de educação nos
anos oitenta e noventa, na medida emque introduziu uma forma de abordagem da escola que
foi além do discurso crítico tradicionalmente realizado até então. Em suas análises, a escola
aparece como uma instituição que surgiu no final do século XVIII, em um momento em que
houve transformações profundas na estrutura e na dinâmica de funcionamento do poder. A
partir de sua ótica a educação na sua modalidade escolarizada pode ser...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Juliana
  • Juliana
  • Juliana
  • Juliana
  • Juliana
  • Juliana
  • Juliana
  • JULIANA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!