Jos De Alencar

573 palavras 3 páginas
José de Alencar
R O M A N C I S TA E D RA M AT U R G O

Tópicos
• José de Alencar: Vida Pessoal
• Obras de José De Alencar
• Alguns Livros
• Autores, e bibliografia.

José de Alencar
Vida Pessoal

Em 1 de
Nasceu
José Martiniano de maio de
Alencar, em Mecejana, CE, e
1829
faleceu dia 12 de dezembro

de 1877, no Rio de Janeiro,
RJ.

Era

filho

de

José

Martiniano de Alencar e Ana
Josefina de Alencar. Desde a infância José

apreciava

a

leitura, a vida sertaneja e a natureza, sob a influência do sentimento nativista que o pai revolucionário

passava.

lhe

Era filho de José Martiniano de Alencar e Ana
Josefina de Alencar. Desde a infância José apreciava a leitura, a vida sertaneja e a natureza, sob a influência do sentimento nativista que o pai revolucionário lhe passava.

Em companhia dos pais, viajou do Ceará à Bahia, entre os anos de
1837-38. Seguiram para o Rio de Janeiro e nessa frequentou o
Colégio de Instrução Elementar.
Foi para São Paulo em 1844, onde cursou Direito. Voltou para o Rio de Janeiro, período em que exerceu sua profissão e colaborou no
Correio Mercantil, além de escrever para o Jornal do Comércio.

Foi eleito Deputado Federal pelo Ceará e
Ministro da Justiça, porém não conseguiu ser
Senador, sua maior ambição.
Por não alcançar seu objetivo, abandonou a política e dedicou-se somente à literatura.

Em 1856, publicou Cartas sobre a
Confederação dos Tamoios, nesse mesmo ano lançou seu primeiro romance, Cinco
Minutos.
Publicou, em forma de folhetins, O Guarani, no ano de 1857; essa obra lhe rendeu popularidade. Foi o escritor que facilitou a nacionalização da literatura no Brasil e consolidou o romance brasileiro.
No ano de 1876, Alencar vendeu tudo o que tinha e viajou para a
Europa com Georgina e seus filhos, buscando tratamento para sua tuberculose. Em 1877, Alencar morreu no Rio de janeiro, vítima da tuberculose.

Obras de
José De
Alencar

Romances urbanos:
- Cinco minutos (1857);
- A viuvinha (1860);
- Lucíola (1862);
- Diva

Relacionados