Jogos de empresas

Páginas: 14 (3393 palavras) Publicado: 28 de novembro de 2014
Jogos de Empresa
Autoria: Jefferson Dias| 8º semestre

Tema 02
Interação Estratégica e o Equilíbrio de Nash

Tema 02
Interação Estratégica e o Equilíbrio de Nash
Autoria: Jefferson Dias

Como citar esse documento:
DIAS, Jefferson. Jogos de Empresas: Interação Estratégica e o Equilíbrio de Nash. Caderno de Atividades. Anhanguera Educacional: Valinhos, 2014.

ÍndiceCONVITEÀLEITURA

PORDENTRODOTEMA

Pág. 3

Pág. 4

ACOMPANHENAWEB
Pág. 7

Pág. 9

Pág. 15

Pág. 15

Pág. 16

Pág. 17

‹ $QKDQJXHUD (GXFDFLRQDO 3URLELGD D UHSURGXomR ¿QDO RX SDUFLDO SRU TXDOTXHU PHLR GH LPSUHVVmR HP IRUPD LGrQWLFD UHVXPLGD RX PRGL¿FDGD HP OtQJXD
SRUWXJXHVDRXTXDOTXHURXWURLGLRPD

CONVITEÀLEITURA
Este Caderno de Atividades foi elaboradocom base no livro Teoria dos Jogos, do autor Ronaldo Fiani, editora
Elsevier, 2014.
Conteúdo
Nesta aula, você estudará:
‡ Como se modela um jogo.
‡ Quais são os elementos fundamentais em uma interação estratégica, e que tipos de modelos podem ser construídos.
‡ Quais são os possíveis resultados a serem esperados de jogos de informação completa, assim como do equilíbrio
de Nash.Habilidades
$R¿QDOYRFrGHYHUiVHUFDSD]GHUHVSRQGHUDVVHJXLQWHVTXHVW}HV
‡ Como se modela um jogo?
‡ Quais são os elementos necessários para se modelar uma interação estratégica?
‡ Quais são os resultados mais prováveis de um jogo caso os jogadores ajam racionalmente?
‡ Quais as melhores estratégias em jogos de informação completa?

3

PORDENTRODOTEMA
Interação Estratégica e oEquilíbrio de Nash
&RPRYLPRVQRWHPDDQWHULRUDVLQWHUDo}HVHVWUDWpJLFDVVmRUHSUHVHQWDGDVSRUVLWXDo}HVHPTXHRVMRJDGRUHV
VHMDP LQGLYtGXRV RX RUJDQL]Do}HV UHFRQKHFHP R IDWR GH TXH VXDV GHFLV}HV VmR PXWXDPHQWH LQWHUGHSHQGHQWHV RX
VHMDDVGHFLV}HVWRPDGDVGHXPODGRLQÀXHQFLDUmRDWRPDGDGHGHFLVmRGRRXWUR'HXPDIRUPDJHUDODVSHVVRDV
mesmo que estejam tomando decisãode forma consciente, podem tomá-las baseando-se na racionalidade ou em sua
LQWXLomR FRPPHQRVUD]mRHPDLVHPRomR 'HXPDIRUPDRXGHRXWUDFDVRRjogador consiga estabelecer um modelo,
HOHFHUWDPHQWHFRQVHJXLUiYLVXDOL]DUDVYDULiYHLVTXHUHDOPHQWHLPSRUWDPQDLQWHUDomRHVWUDWpJLFDHPDQGDPHQWRH
assim, terá uma vantagem competitiva perante seu oponente. Essa vantagem pode, ainda, seampliar caso ele tenha
LQIRUPDo}HVTXHDRXWUDSDUWHQmRFRQKHoD1HVVHFDVRWHUtDPRVXPMRJRFRQKHFLGRFRPRGHLQIRUPDomRLQFRPSOHWD
1HVVHWHPDQRHQWDQWRHVWXGDUHPRVRVMRJRVGHLQIRUPDomRFRPSOHWDRXVHMDMRJRVFXMDVLQIRUPDo}HVVmRFRQKHFLGDV
por ambas as partes, e ambas as partes sabem que possuem esse conhecimento.
(P DPELHQWHV RUJDQL]DFLRQDLV SRU SDGUmR HVSHUDVH TXHGHFLV}HV VHMDP VHPSUH WRPDGDV GH IRUPD UDFLRQDO 2V
PRGHORVSRUVXDYH]GHYHPVHUFRQVWUXtGRVGHIRUPDDH[SULPLURVDVSHFWRVYLWDLVDRSURFHVVRGHWRPDGDGHGHFLVmR
Caso a estrutura do modelo seja muito simples, corre-se o risco destes aspectos serem ignorados no decorrer do jogo
que esteja sendo estudado. Já uma estrutura muito complicada pode chegar a impossibilitar a análise,por obscurecer
D YLVXDOL]DomR GDV TXHVW}HV YLWDLV $VVLP VHQGR TXDQWR PDLV UDFLRQDLV IRUHP RV MRJDGRUHV PHVPR TXH HVWHMDP
MRJDQGRGHIRUPDHVWUDWpJLFD FRQVLGHUDQGRDRSomRGHSHUGHUSRVLo}HVQRGHFRUUHUGRMRJRSDUDDR¿QDODOFDQoDUVXD
recompensa PDLVSHUIHLWD¿FDUiDPRGHODJHPGRMRJR
Modelos de jogos nos permitem, portanto, a representação de uma situação deinteração estratégica. Para efeito dos
H[HPSORV TXH DTXL FRORFDPRV QRUPDOPHQWH WUDEDOKDPRV FRP GRLV DGYHUViULRV PDV p LPSRUWDQWH IULVDU TXH YiULRV
jogadores podem participar do jogo, contanto que todas as variáveis de decisão sejam consideradas para todos os
MRJDGRUHV$VPRGHODJHQVTXHYHUHPRVQHVWHFDStWXORQRVGDUmRFRQGLo}HVGHPRQWDUXPDPDWUL]GHGHFLVmRHPIRUPD...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Jogos de empresa
  • jogos de empresas
  • Jogos para empresas
  • Jogos de empresas
  • Jogos de empresas
  • Jogos de Empresas
  • Jogos de empresas
  • Jogo de empresas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!