João candido

Páginas: 50 (12285 palavras) Publicado: 10 de novembro de 2012
REVOLTA DA CHIBATA
ZEELÂNDIA CÂNDIDO: “EM NOME DO PAI”
A história da sua luta pela anistia do Almirante Negro, João Cândido.
Mulher, Negra, Moradora da Baixada Fluminense!
A minha contribuição a sociedade foi contar a história de João Cândido Filisberto, apontado como lider da Revolta da Chibata (1910) e uma parte da luta da sua filha Zeelândia Cândido, que lutou pela anistia do homem quejuntamente com seus companheiros lutaram por direitos Humanos!
“Contar a história do pai para entender a luta da filha”
( Luiz Carlos )
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO
1 QUESTÕES MILITARES
1.1  – SOLDADO CIDADÃO
2  – PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA
2.1  – MOREL HERMENEUTA
3  – QUEM FOI ZEELÂNDIA CÂNDIDO DE ANDRADE?
3.1  – CONSTITUIÇÃO CIDADÃ
CONCLUSÃO (?)
BIBLIOGRAFIA
FONTES
ANEXO

INTRODUÇÃOAbordaremos nesse trabalho as razões da participação de João Cândido e a perseguição sofrida por este personagem nos anos após a sua exclusão dos quadros da instituição e analisar por uma via diferente da versão que solidifica cada vez mais considerando a questão étnica como causa principal. Nesse sentido abordaremos também a formação dos militares nos primeiros anos do novo regime enquanto classe àparte dos cidadãos civis, mas que começa a pleitear mais participação nas decisões de interesse da nação e também as causas que levaram os marinheiros a se revoltarem em 1910.
Após a luta de Zeelândia Cândido apoiada por  Movimentos Sociais, em 26 de Julho de 2008 o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva sanciona o projeto encaminhado ao Senado pela Senadora marina da Silva que pleiteava a anistiapost Mortem do Almirante Negro João Cândido Filisberto. Porque esta luta demorou tanto a lograr êxito? Para responder essa questão torna-se necessário que voltemos até 1893, ano em que João Cândido ingressa na Armada. Esta pergunta será respondida, ainda que de forma inconclusiva, Através de outras perguntas transversais, como: porque a Marinha do Brasil fez tanta questão de negar aos marinheiros osseus direitos, inclusive perseguindo os sobreviventes da suposta sublevação do dia 9 de dezembro de 1910? Porque os pesquisadores sobre a revolta da chibata e qualquer um que tentasse tocar no assunto era perseguido pela instituição, como foi o caso de Edmar Morel e o Barão de Itararé[1]? Que motivos pesaram mais para esta tomada de postura sobre alguém que passou a vida defendendo a Marinha?Racial ou militar? Zeelândia Cândido de Andrade, filha do marinheiro João cândido, falecida em 2002 não pode comemorar a anistia post mortem concedida a seu pai falecido em 1969, pelo congresso nacional em 2006 conseguiu esta façanha graças aos movimentos sociais.
Este tema foi pensado para que sirva de incentivo a pessoas como Zeelândia Cândido, que não esmoreceu perante as dificuldades, e quesirva também de contribuição a historiografia que carece de fontes sobre temas sociais. Não tenho a pretensão de transformar esta trabalho numa referencia única, mas a bibliografia utilizada, o método, as fontes orais, enfim, cada parágrafo nesta monografia foi pensado para servir de ajuda a futuros pesquisadores de temas semelhantes.
A História política do Brasil é permeada por redes de interessesmuito difíceis de serem rastreados, mas que vale o esforço, porque ao se buscar as relações dessas redes e sub-redes torna-se inteligível para nós o porque a anistia de João Cândido tenha sido aprovada somente após a promulgação da Constituição Federal de 1988, Pois, esta constituição passa a abrir espaços para os movimentos sociais lutarem por seus direitos civis negados por vários golpesmilitares que assolaram o país até meados dos anos 80.
Como este trabalho visa ter um olhar sobre a luta de Zeelândia Cândido, falecido no ano de 2002, será utilizado uma entrevista que a mesma concedeu a CEMOBA[2]. As respostas de Zeelândia aos entrevistadores revelam uma senhora preocupada em resgatar a história do seu pai, e, como muitos dos questionamentos desta senhora não puderam ser respondidas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Biografia de João candido
  • Obra e vida de João Cândido da Silva
  • candido
  • Candido A.
  • Candido
  • CÂndido
  • Joao
  • Joao

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!