Japão

Páginas: 3 (504 palavras) Publicado: 17 de abril de 2013
O comércio sempre foi visto, sob uma ótica mais leiga, como segmento de compra e venda de produtos. O lucro, fator primordial, rege as relações socioeconômicas de maneira que as partes se satisfaçamna aquisição de bens (produtos e serviços).
Entretanto, ao analisarmos os estudos de Marc Bloch e Giovanni Levi acerca da questão agrária na Europa, mais precisamente nos séculos XVII e XVIII, vê-seque há uma abordagem bem diferente desse conceito no que tange prioritariamente à comercialização da terra.
Hoje, o valor de uma propriedade rural é bem definido, há uma diferenciação de preço no quediz respeito à qualidade do solo, quantidade (extensão) e localização do espaço a ser vendido/comprado, além do que existem leis bem definidas sobre a posse da propriedade, que é tratada como umimóvel, que de fato é.
Nesse trabalho, precisamente, falaremos sobre algumas considerações de Bloch sobre a estrutura agrária da época e também o seu valor social para a comunidade. Enquanto na pesquisade Levi, como a terra contraditoriamente se torna algo comerciável. Para melhor esboçar a situação, será traçado um breve paralelo entre as considerações feitas por ambos.
Bloch afirma que em seuestudo não trata das questões das transformações emergentes com a revolução agrícola, mas discorrer em linhas gerais, sobre os regimes agrários daqueles tempos. (BLOCH, 2001)
O autor faz uma análise maissociológica e ecológica da situação, citando, por exemplo, o sistema de rotação de culturas, quando trata do Feld-grass-wirscht, que cultiva até o total esgotamento do solo para depois permitir opousio da terra. Além disso, o pesquisador expõe os tipos de cultura existentes, basicamente o de grãos e o gado (que era de difícil criação para os produtores locais).
Bloch trata também das diferençasentre os tipos de propriedades, os campos abertos alongados, os irregulares e os campos cercados (estes mais individualizados).
Já Giovanni Levi tratará, quase que essencialmente, do viés...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Japao
  • Japão
  • japao
  • Japão
  • Japão
  • Japão
  • japao
  • japão

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!