Introduçao Protestantismo

Páginas: 8 (1781 palavras) Publicado: 9 de março de 2014
Introdução
O Protestantismo é um dos maiores ramos (juntamente com a Igreja Romana e a Igreja Ortodoxa) do cristianismo. Este movimento iniciou-se na Europa Central no início do século XV como uma reação contra as doutrinas e políticas do catolicismo romano medieval. Os protestantes também são conhecidos pelo nome de evangélicos, no entanto, no contexto brasileiro, o termo “protestante” só écorreto quando usado para se referir ás Igrejas oriundas da Reforma Protestante, como a Luterana, a Presbiteriana, a Anglicana, a Metodista, a Batista e a Congregacional; e o termo “evangélico” só é correto quando usado para se referir aos Pentecostais e Neopentecostais.
As doutrinas das inúmeras denominações protestantes variam, mas muitas incluem a justificação por graça mediante a fé somente,conhecido como Sola fide, o sacerdócio de todos os crentes, e a bíblia como única regra em matéria de fé e ordem, conhecido como Sola Scripitura.
No século XVI, seguidores de Matinho Lutero fundaram Igrejas Luteranas ou em alemão, “Evangelische Kirche” na Alemanha e Escandinávia. As igrejas reformadas (ou presbiterianas) na Suiça e França foram fundadas por João Calvino e também por reformadorescomo Ulrico Zuínglio.
Thomas Granmer reformou a igreja da Inglaterra e depois John Knox fundou uma comunhão calvinista na Igreja da Escócia.













Influência do Protestantismo na sociedade

A Reforma Protestante teve grande influência na formação da sociedade moderna. Comecemos pela economia, que foi influenciada a seguir o caminho burguês, já que se ganhou a liberdade comrelação ao domínio católico de Roma, e com os ideais de predestinação de Calvino, onde os escolhidos de Deus, os que seriam salvos, eram os que possuíam condição social de riqueza, sendo os mais ricos, os abençoados financeiramente aqui nessa vida, os eleitos do Senhor, havia um incentivo em acumular riquezas, propriedades, explorar a mão de obra trabalhadora. Mais tarde essa valorização dacondição social com base no acúmulo de riquezas, seria incorporada ao sistema capitalista, independente de fé ou religião. O lucro e os juros passam a serem bem vistos e incorporados no dia a dia do comércio, sem peso na consciência com relação ao Juízo Final.
Max Weber produz uma tese onde o desenvolvimento econômico dos países ocidentais está aliado á ética do protestantismo. Ele afirma que os paísesque adotaram o protestantismo, foram os que mais se desenvolveram na lógica capitalista de produção, e tornaram-se potências econômicas na atualidade.
Ele continua dizendo que já os países que permaneceram católicos não se desenvolveram tanto, localizando-se na periferia do sistema capitalista contemporâneo. Apesar das posteriores controvérsias, existe sim uma influência do protestantismo noespírito capitalista, visto suas crenças e a influência que elas exercem sobre os fiéis.
O impacto sobre a política se dá na concretização do absolutismo, onde os governos livres da intervenção de Roma tinham o domínio total sobre seu Estado e podiam cobrar impostos livremente, impostos estes que aumentaram graças ao desenvolvimento do comércio. O Governo da Inglaterra, por exemplo, passa a ter domínioaté mesmo sobre a igreja (Igreja Anglicana), Outro fato importante é que os feudos que pertenciam á Igreja Católica na Inglaterra passaram a pertencer ao Estado.
A Contra Reforma, movimento de resposta e ataque ao protestantismo pela Igreja Católica, também trouxe impacto para a formação da sociedade moderna, pois com o objetivo de conquistar novos fiéis, incentivou e investiu nas navegaçõesultramarinas, trazendo essa influência européia para o Novo Mundo.
A educação foi influenciada pela Reforma Protestante também, pois incentivavam a leitura da Bíblia á todas as pessoas, pois a interpretação das Escrituras Sagradas era pessoal. Muitas pessoas passaram a ser alfabetizadas a partir de então. Sem contar que a imprensa ganhou muito com a publicação da Bíblia, o livro mais vendido de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • protestantismo
  • Protestantismo
  • Protestantismo
  • Protestantismo
  • Protestantismo
  • Protestantismo
  • Protestantismo
  • protestantismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!