Introdução: Desenvolvimento como liberdade

Páginas: 5 (1042 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
INTRODUÇÃO
O objetivo deste trabalho é analisar a teoria do desenvolvimento humano por meio dos argumentos construídos por Sen (2000). Para tal o grupo realizou a leitura cruzada do livro Desenvolvimento como Liberdade do autor supracitado além de reunir-se para discutir cada capítulo da obra.
Sen (2000) aponta como discussão central o desenvolvimento como um processo que não se esgota nocrescimento econômico de um país, sendo este um meio importante para se alcançar a contínua expansão das liberdades reais, que estão interligadas, das quais as pessoas podem desfrutar. Indo na contramão das correntes econômicas dominantes, o autor salienta que o fim do desenvolvimento, ao invés da pujança econômica, deve ser a liberdade. Para isso, é necessário que se eliminem os fatores que privam aexpansão das liberdades, apontados por ele como: pobreza e tirania, carência de oportunidades econômicas e destituição social sistemática, negligência dos serviços públicos e intolerância ou interferências excessivas de Estados repressivos.
Em sua concepção, desenvolvimento está intrinsicamente ligado à expansão das liberdades substantivas (ter condições de evitar a fome, subnutrição, morbidezevitável, morte prematura) e instrumentais (liberdades políticas, facilidades econômicas, oportunidades sociais, garantias de transparência e segurança protetora). Segundo o autor, o desenvolvimento não tem que ser estabelecido levando em consideração apenas indicadores econômicos como, por exemplo, o PNB ou PIB, mas outros fatores que possibilitem a expansão das liberdades individuais e dacapacidade dos indivíduos de serem agentes livres. Entendendo-se as liberdades substantivas como componentes constitutivos do desenvolvimento, para saber se há o progresso contínuo é necessário observar dois pontos: (1) Avaliar se houve aumento das liberdades das pessoas; (2) Identificar se as pessoas são agentes livres, participando de decisões e escolhas que geram impacto e influenciam a sociedade.Para explorar mais este argumento, Sen cita como exemplo dois grupos de países: Gabão, África do sul, Namíbia e Brasil como países mais ricos no quesito PNB e Sri Lanka, China e o estado do Kerala, na Índia, como países mais pobres. Apesar de no primeiro grupo os países serem mais ricos, no segundo grupo as pessoas têm expectativas de vida mais altas. Este ponto, segundo ele, é importante paraquestionar a concepção de desenvolvimento e subdesenvolvimento que vigora atualmente e para identificar até que ponto a riqueza de um lugar ocasiona aumento nas liberdades das pessoas.
Com isso este trabalho procura tratar da seguinte problemática: como SEN (2000) estrutura seu argumento para defender a teoria do desenvolvimento como liberdade¿

A PERSPECTIVA DA LIBERDADE
A liberdade estárelacionada aos processos que permitem que as pessoas ajam e tomem decisões de forma autônoma, como agentes livres e às oportunidades reais que as pessoas têm dentro de determinado cenário social. Se a pessoa tem garantido o direito de votar, entendido como uma oportunidade, exercido por meio de um processo que não é seguro ou adequado e que permite fraudes, existe uma deficiência que precisa ser corrigidapara garantir a liberdade de forma plena; assim com ter um processo eficiente sem garantir que fato aquele direito será exercido. Desta forma, os processos e oportunidades devem estar associados e conectados para um fim único: garantir, de fato, a expansão das liberdades das pessoas.
“Porque a liberdade melhora o potencial das pessoas para cuidar de si mesmas e para influenciar o mundo,questões centrais para o processo de desenvolvimento. A liberdade dá às pessoas a condição de agente, que interage no mercado e se envolve, direta ou indiretamente, em atividades individuais ou conjuntas na esfera politica ou em outras esferas” (SEN, 2000, p. XX).
O autor procura com isso realçar a importância de que se as pessoas agirem e obtiverem liberdade, a sociedade se beneficiará com melhores...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Desenvolvimento Como Liberdade, Introdução & Cap. 4 (Amartya Sen)
  • Desenvolvimento como liberdade
  • Desenvolvimento Como Liberdade
  • Desenvolvimento como liberdade
  • Desenvolvimento como Liberdade
  • Desenvolvimento como Liberdade
  • Desenvolvimento como Liberdade, Introdução e Capítulos 1 e 2
  • Fichamento sen amartya. desenvolvimento como liberdade (introdução e capítulo 2)

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!