introdução à psicologia

Páginas: 8 (1762 palavras) Publicado: 28 de abril de 2014
Universidade de Brasília
Estudo Dirigido
Introdução à Psicologia

1. Em que sentido a ciência se distingue do senso comum?
A ciência é uma atividade eminentemente reflexiva. Ela procura compreender, elucidar e alterar esse cotidiano, a partir de seu estudo sistemático. Já esse tipo de conhecimento que vamos acumulando no nosso cotidiano é chamado de senso comum. Produzindo suasteorias no nosso dia-a-dia, por meio de hábitos e tradições.

2. Explique a frase de Ebbinghaus: “A psicologia tem um longo passado, mas uma história curta”, citando em sua resposta o papel da filosofia no desenvolvimento da Psicologia.
Longo passado resultante dos conceitos e contribuição de autores e pensadores que culminou numa curta história, a liberdade da psicologia das amarrasmetafísicas e filosóficas, tornando-se assim uma ciência. Foi um processo longo que eclodiu da filosofia como pensamento das primeiras indagações do ser humano com o mundo, as suas relações com o meio vivente e o que o difere do restante dos animais.
3. Como a psicologia deu seus primeiros passos como ciência?
A psicologia deu seus primeiros passos com os filósofos gregos, porém somente no finaldo século XIX se separou da filosofia. Com o primeiro laboratório psicológico fundado por Wilhelm Wundt deu início à primeira turma de estudantes de psicologia que buscava uma base científica para a psicologia.
4. Cite três pensadores que contribuíram para a psicologia e explique suas contribuições.
Aristóteles, conhecido como o “pai da psicologia”. Falou sobre a alma: sonho, sentidos,memória, dor, prazer, desejos, apetites.
Platão definiu a cabeça como lugar da razão e da alma.
Enquanto Sócrates falou sobre o limite que separa homens dos animais. E que a razão é a principal característica humana.
5. Descreva como os avanços na fisiologia conduziram as primeiras pesquisas em psicologia?
A formulação de teorias sobre o sistema nervoso central demonstra que o pensamento,as percepções e os sentimentos humanos eram produtos desse sistema. Daí a necessidade de compreender os mecanismos e o funcionamento da máquina de pensar do homem – seu cérebro. Assim a psicologia começa a trilhar e melhorar conforme os avanços da fisiologia.
6. Explique a questão do dualismo mente-corpo proposto por Descartes e suas implicações para a psicologia.
O dualismo mente-corpo éa teoria que diz que a mente e o corpo são duas substâncias diferentes, definindo que a glândula pineal, situada no centro da cabeça, sendo o canal entre os dois domínios distintos da mente e matéria. Ao traçar uma radical distinção ontológica entre o corpo como extensão e a mente como puro pensamento, Descartes tinha criado, paradoxalmente, um caos intelectual, o que implicou na psicologia.“Pode-se dizer, corretamente, que a psicologia moderna começou com a concepção de Descartes da dualidade de mente e matéria.” Herrnstein e Boring. O dualismo cartesiano também provocou uma divisão das ciências concernentes ao homem: o estudo do corpo à Biologia; e o estudo da alma à Psicologia.
7. B.F. Skinner afirma que algumas causas populares do comportamento têm acertos ocasionais. Por queelas não podem ser consideradas então como causas legítimas do comportamento?
Porque certas relações válidas, por exemplo, as superstições, fornecem falsos argumentos. Efeitos desta espécie, quando adequadamente validados, não devem ser esquecidos. Entretanto, não justificam. Servem para fazer previsões. São causas populares, não podendo ser confirmadas ou rejeitadas, são acertos ocasionais.
8.Comente a frase de B.F. Skinner: “Não é que estados internos não existem. É que eles são irrelevantes para a análise funcional”.
Pois eventos internos de um sistema tendem a ser difíceis de observar. Enquanto permanecemos inteiramente dentro do sistema não é possível dar conta do comportamento, o que tornam os estados internos irrelevantes para uma análise funcional. Sendo necessário...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Introdução a psicologia
  • introdução à psicologia
  • Introdução a psicologia
  • Introdução a psicologia
  • Introdução a Psicologia
  • Introdução à Psicologia
  • Introdução a psicologia
  • Introdução a psicologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!