Intervenção Psicológica em Grupos em Contexto de Saúde

Páginas: 15 (3588 palavras) Publicado: 10 de agosto de 2013
 Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto


Intervenção Psicológica em Grupos em Contexto de Saúde

Modelos teóricos de intervenção em grupos



Docente:
Marina Prista Guerra



Discente:
Vanessa Maria Soares Andrade Pereira da Costa
(070901063)



2º Semestre
2011/2012

Introdução
Este trabalho foi realizado no âmbito da UnidadeCurricular de Intervenção Psicológica em Grupos em Contexto de Saúde com o objetivo de apresentar os modelos teóricos que se ajustam à intervenção no contexto grupal, bem como uma reflexão sobre a aplicabilidade em contextos de saúde. Para esse fim, serão abordados os modelos humanistas aplicados aos grupos, os modelos cognitivo/comportamentais, o modelo de Yalom e o Psicodrama.

Carl Rogers
CarlRogers, com a sua formação original em psicanálise, abandona alguns conceitos desse racional teórico e surge com o conceito de “Client-centered therapy”. Posteriormente, esse conceito sofre uma transformação passando a chamar-se “Abordagem centrada na pessoa” (Person Centered Aproach).
Segundo Rogers (1975), a personalidade do ser humano é constituída pelo campo fenomenológico ou experiencia, epelo Self ou Ego, formando assim, a unidade do organismo (individuo total).
Rogers afirmava que o individuo possuía em si todos os recursos para se desenvolver e compreender a si mesmo, evoluindo na atualização dos seus potenciais. Em contexto terapêutico, Rogers defende três condições básicas, que irão permitir essa evolução no cliente: Genuidade; Aceitação positiva e incondicional; Empatia.Através desses princípios, o cliente sentir-se-ia compreendido e aceite, confiando no terapeuta. Seria proporcionado um ambiente onde ele poderia ser ele próprio, sem censuras, onde o terapeuta muitas vezes funcionando como um espelho, permitia à pessoa ouvir-se a si próprio pela primeira vez.
Nas suas limitações, apesar de parecer ter uma aplicabilidade simples, encontramos a exigência de umapostura do terapeuta difícil de alcançar sem formação. Porém a sua “simplicidade à primeira vista”, pode se tornar complicada caso o seu utilizador não esteja em sintonia com os princípios de uma atitude isenta de preconceitos e fachadas e aberta uma autêntica.
De acordo com Guerra (2005), o objetivo da terapia é tornar o individuo num ser autêntico, isento de máscaras, capaz de integrar no seuSelf as suas experiências e perceções como parte integrante dele próprio e distinguir o que foi adquirido exteriormente e interiorizado como seu. Quando a psicoterapia atingisse o seu nível ideal, o cliente tornar-se-ia uma pessoa em funcionamento pleno e apresentaria as seguintes características: abertura a todos os elementos da sua experiência; confiança no seu próprio organismo; utilizaria o seulocus interno de avaliação; viveria a sua vida como um processo fluido, no qual descobriria continuamente novos aspetos de si mesma no fluxo da sua experiência.
Os grupos de encontro
Segundo com Rogers (1970), um grupo de encontro é constituído por um pequeno grupo de elementos, com um facilitador de orientação não-diretiva. No grupo são encorajados a livrar-se das barreiras e falarlivremente, com uma relação autêntica.
Rogers chama a experiência que ocorre de “encontro básico” a relação imediata de pessoa para pessoa e propõe 15 etapas no processo de desenvolvimento do grupo de encontro: 1- hesitação e de andar às voltas; 2 - Resistência à pressão ou exploração pessoal; 3 - Descrição de sentimentos passados; 4 - Expressão de sentimentos negativos; 5 - Expressão e/ou exploração dematerial com significado pessoal; 6 - Expressão de sentimentos interpessoais imediatos no grupo; 7 - Desenvolvimento de uma capacidade terapêutica no grupo; 8 - Aceitação do Eu e começo de mudança; 9 - O estalar das fachadas e das máscaras; 10 - O individuo é objetivo de reação por parte dos outros; 11 - Fase de confrontação (no dar e receber de feedbacks interpessoais diretos); 12 - Começa uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Projeto de intervenção na área da saúde: grupo promoção da saúde
  • “O modelo de intervenção psicológica em saúde pública e suas etapas”
  • Intervenção Psicologica
  • intervenção de grupo
  • Grupos de intervenção
  • Avaliação Psicológica no contexto Transito
  • Intervenção psicológica com doentes obesos
  • Intervenção Psicologica do Casal

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!