Interpretando o gênero

Páginas: 7 (1547 palavras) Publicado: 22 de abril de 2013
“Interpretando o gênero”
Linda Nicholson
A palavra “gênero” no feminismo é usada por duas maneiras diferentes. Uma é usando “gênero” (algo socialmente construído) como algo contrário a “sexo” (algo biologicamente dado). Já a outra mostra como “sexo” não é independente do “gênero” (construção social que distingue entre feminino/masculino). Linda defende que a segunda definição predomina nodiscurso feminista mais que a primeira ainda deixa uma herança.
“Gênero” surgiu da junção das idéias da base material da identidade com a da construção do caráter humano. Nos anos 60 o termo era utilizado para se referir a formas masculinas/femininas e tinha uma associação em relação ao papel da sociedade na distinção dos termos feminino/masculino. Assim as feministas aumentaram o significado dotermo para abrangi também as diferenças presentes na personalidade e no comportamento. “Gênero” naquela época não era visto como substituto para “sexo”, mas sim como um modo de diminuir a abrangência do “sexo”.
No inicio dos anos 70, a maioria das feministas começaram a usar o conceito de “gênero” como um suplemento de “sexo” e não como um substituto, e também “sexo” era visto como uma peçaimportante para a elaboração do conceito de “gênero”. Com isso criou-se a idéia que aceita que o caráter é socialmente formado e não biologicamente, mas não rejeitando a idéia que a biologia é onde se forma o caráter. Assim o “sexo” mantinha uma parte importante: o de providenciar o local onde o “gênero” seria construído.
Linda cria o termo “fundacionalismo biológico” para descrever o relacionamentoentre corpo, personalidade e comportamento assim permitindo que os dados da biologia possam existir juntos com os dados da personalidade e do comportamento assim permitindo que as constantes da natureza sejam responsáveis por certas constantes sociais. Outra vantagem é que possibilitou assumir as diferenças entre as mulheres quanto os que elas têm em comum, mas faz de forma limitada e problemática.Ela também estendeu a elaboração do fundacionalismo biológico por ver obstáculos na compreensão das diferenças entre mulheres, entre homens e em relação de quem pode ser considerado homem ou mulher e também inclui elementos do construcionismo social. Assim tudo que é comum entre as mulheres devido ao sexo é o que se é em termos de gênero então gênero representa o que as mulheres têm em comum e araça e classe é o que elas têm de diferentes.
Na analise aditiva mostra que todas as mulheres são oprimidas pelo sexismo, e entre elas algumas são ainda oprimidas pelo racismo; e mostra também que a identidade racial de uma mulher pode ser tirada de sua identidade sexual e racial. Assim o feminismo precisa esquecer o fundacionalismo biológico e o determinismo biológico, pois a população sediferencia dentro de si mesma e também no modo de entender o corpo.
Contexto Histórico
É preciso entender o contexto histórico da identidade sexual para entender seu domínio poderoso, já que esta enraizada na historia. Linda começa pelo inicio da era moderna, onde os homens começam a pensar nas pessoas como matéria em movimento o que levou a ter uma maior compreensão da natureza dos homens.
Nofinal do século XX quando se assumiu que o corpo tinha papel de testemunha da natureza do eu levou a aceitar o determinismo biológico. Com a percepção do eu como “natural” ou “material” levou a duas ênfases: uma onde o corpo como fonte de conhecimento sobre o eu e outra que o eu sofre influencias do mundo exterior. O “materialismo” misturava idéias que mais tarde gerariam duas tradições oposta,mas por um lado a partir dele surgiu uma tradição que levava em conta as características físicas do individuo como fonte de conhecimento sobre ele e pelo outro lado criava a “socialização”, onde aquilo que criava a identidade era oposto ao corpo.
Assim o corpo era visto como fonte de conhecimento sobre o eu, onde era usado como parâmetro para diferenciar os humanos pela natureza o que levou a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Interpretando gênero
  • Interpretando um climograma
  • Interpretando Poemas
  • interpretando o Brasil
  • Genero
  • GENEROS
  • Genero
  • Gêneros

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!