Insegurança

Páginas: 8 (1769 palavras) Publicado: 6 de agosto de 2013
CONDIÇÕES HISTÓRICAS EM GERAL
O estabelecimento de contatos constantes e cada vez mais intensos com o Oriente, inicialmente através de Cruzadas e em seguida pela fixação ali de feitorias comerciais permanentes, garantiu um fluxo continuo de produtos, especiarias e, sobretudo um estilo de vida novo para a Europa. A criação desse eixo comercial, reforçada pelo (crescimento demográfico) pelodesenvolvimento da tecnologia agrícola e pelo aumento da produção nos campos europeus, dava origem a novas condições que tendiam a progressivamente, em conjunto com outros fatores estruturais internos, dissolver o sistema feudal que prevalecera ate então. (pág. 5)
Surgiram assim as grandes cidades, tornadas centros de produção artesanal e entreposto comercias: as feiras internacionais de comercio emque a participação era intensa e os negócios vultosos; os empréstimos a juros, e a Europa ocidental passou a ser cortada por caravanas de mercadores em todas as direções. As economias de subsistência e de trocas naturais tendiam a ser suplantada pela economia monetária a influência das cidades passou a prevalecer sobre o campo a dinâmica do comercio a força a mudança e a ruptura da corporação deofícios medievais. A burguesia procurava de todas as formas conquista um poder político e um prestigio social correspondentes a suopulência material. (pág. 5)
Os italianos através do domínio do mar mediterrâneo ao sul (especiarias, tapetes,sedas porcelanas, veludos , marfim, corantes,essências, etc.) e o flamengo pelo controle estratégico do trafico do mar Báltico e do mar do norte (madeira, ferro,estanho, pescados, peles, mel.). A região da Inglaterra e França participavam das trocas, sobretudo como grandes fornecedoras de matérias- primas: gado, lã, cereais, vinho, sal. Na região de França meridional, a champagne, ocorria as mais concorridas feiras internacionais, onde eram transacionadas as mercadorias do Norte e do Sul e redistribuídas para todo o continente. (pág. 6)
COLAPSO
Osfatores que tem sido apontado pelos historiadores como os principais responsáveis por esse refluxo do desenvolvimento econômico são: a peste negra, a guerra dos cem anos e as revoluções populares. (pág 7)
A peste negra foi, sem duvida, um efeito das precárias condições de vida e higiene existentes nos burgos da baixa idade media. As aglomerações desordenadas de casas no espaço estreito das muralhas,a ausência de qualquer sistema de esgoto ou saneamento, a inobservância de quaisquer hábitos de higiene e limpeza eram decorrência de um crescimento urbano muito rápido e tumultuoso. A grande mortalidade decorrente da peste e da guerra procedeu a desorganização da produção e disseminou a fome pelos campos e cidades – razão das grandes revoltas populares que abalaram tanto a Inglaterra e a Françaquanto a Itália e a flandres nesse mesmo período.(pág. 7)
Com o declínio demográfico causado pela guerra e pela peste, os senhores feudais passaram a aumentar a carga de trabalho e impostos aos camponeses remanescentes a fim de não diminuir seus rendimentos. Adotou-se então preferencialmente, o trabalho assalariado, o arrendamento, ou seja, os servos foram liberados para vender seus excedentes nomercado das cidades. (pág. 7 ) Passaram a predominar, portanto, as atividades agras comerciais, como a produção de cereais e de lã, e os novos empresários passaram a exigir a propriedade exclusiva e privada das terras em que investiam. (pág. 8 )
As grandes despesas de uma guerra de longa duração e as dificuldades enfrentadas pela escassez de Mao - de - obra a obrigaram a um endividamentocrescente junto aos capitalistas burguesas. O comercio sai da crise do século XIV fortalecido. O mesmo ocorre com atividades manufatureiras, sobretudo aquela ligada a produção bélica, a construção naval e a produção de roupas e tecidos, nas quais tanto a Itália quanto a Flandres se colocou a frente das demais. (pág. 8 )
O estreitamento de rede de comercio marítimo com a terrestre estimula a opulência...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • insegurança aimentar
  • A insegurança alimentar
  • Insegurança pública
  • INSEGURANÇA PUBLICA
  • Insegurança pública
  • Segurança ou insegurança
  • Insegurança Alimentar
  • insegurança publica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!