Informática na ciencia

Páginas: 20 (4871 palavras) Publicado: 24 de abril de 2013
Introdução

A Malária é uma doença infecciosa de países tropicais. É espalhada por mosquitos. É manifestada pela febre junto com frios e rigores. A Menos Que se diagnosticar e for tratado prontamente, pode ser fatal. Uma única mordida de mosquito pode ser bastante para causar a infeção.HISTÓRICO

Em 1532, iniciou-se a colonização de São Paulo, onde até meados do século XVIII ocorreram surtos epidêmicos em alguns locais do estado. Com a economia cafeeira do século XIX, aumentaram os fluxos migratórios, aumentou o desmatamento, houve a construção de ferrovias, época acompanhada de um grande crescimento econômico. Tais fatos contribuíram para o aumento da endemia no estado. No começodo século XX, Adolfo Lutz referiu a presença de casos de malária no litoral, nos vales dos rios Tietê, Paraná e Moji-Guaçu. Na década de 10, de 40% a 85% da população do interior do estado estavam contaminadas, sendo áreas com altas prevalências. A complexidade da doença decorre de vários tipos diferentes de plasmódios, vetores, comportamentos variados em relação ao homem, às suas condições de vidae dependendo desses componentes diferentes a doença manifesta-se com diferentes padrões de ocorrência.
Existem duas teorias: a americana e a européia, sendo que a primeira dá ênfase aos vetores e a segunda, às condições sócio-econômicas. No ano de 1914, a moléstia passou a ser de notificação compulsória, não havendo um programa de controle da malária em São Paulo, sendo este verificado no ano de1916. Nas três primeiras décadas do século XX, não aconteceu nenhum modelo de intervenção sobre a malária na população em geral e com os surgimentos das empresas, estas passaram a ser responsáveis pelos seus trabalhadores (Colonos).

As medidas tomadas consistiam na redução do contato homem mosquito.

No começo do século, a doença acometia muito mais as pessoas do meio rural, já que apopulação brasileira era essencialmente pertencente a este meio, já em áreas endêmicas as crianças eram mais afetadas que os adultos, pois com os acessos febris os indivíduos vão desenvolvendo a imunidade e nas regiões de epidemia, a moléstia aparecia de acordo com as estações do ano, ou seja, nas épocas mais chuvosas do ano. No plano social, a necessidade de se combater a malária não era interessante doponto de vista econômico, porque apesar de a prevalência ser alta no estado, existiam muitos trabalhadores rurais e se, caso algum deles viesse a óbito, este logo seria substituído por outro. Só mais tarde, quando os trabalhadores realizariam obras de engenharia nas cidades é que o controle fez-se necessário, já que os adoentados comprometeriam as mesmas. No final dos anos 20, a malária eraconhecida em todos os continentes e suas etapas de transmissão eram sabidas. Existiam um conjunto de medidas de controle com eficácia variável e a padronização era tida como impossível, já que a eficiência dos métodos de controle dependia das condições locais, sendo que nesta época em São Paulo, foram adotadas medidas de ação coletiva sobre o meio ambiente, como mosquiteiros, por exemplo.Na década de 30,haviam 200 casos a cada 100.000 habitantes e a doença praticamente não ocorria ou apresentava incidências baixas nas zonas de colonização mais antigas, como na capital e no Vale do Paraíba. Os maiores valores do estado encontravam-se no litoral e as taxas mostravam-se mais elevadas em regiões novas de colonização, pois elas atraíam fluxos migratórios.Nesta década, de 30% a 60%¨dos municípios deSão Paulo eram malarígenos e 20% também possuíam transmissão urbana. Portanto, o estado aumentou o número de postos de saúde para tratar a parasitose. O grande problema consistia no fato de haver postos de saúde em maior quantidade nas zonas de colonização antiga (com menor incidência), pois nessas regiões os interesses econômicos encontravam-se mais consolidados e com isso as outras áreas que...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • INFORMÁTICA, CIENCIAS E MATEMÁTICA
  • a importancia da informatica nos cursos de ciencia agrarias
  • Sistemas informatizados e a ciência da informação
  • 1 Conceitos Básicos Conceitos Básicos Informática Aplicada à Ciência da Informação Informática Aplicada à Ciência da...
  • Informática na educação: a utilização da internet como fonte de pesquisa para o ensino de ciências.
  • informatica
  • INFORMATICA
  • INFORMATICA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!