INFLUÊNCIA DAS “MEDITAÇÕES DE RENNER DESCART EM RELAÇÃO À EXISTENCIA DE DEUS E A DIFERENÇA SIGNIFICATIVA DO HOMEM EM RELAÇÃO AO SEU CORPO E SUA ALMA

Páginas: 20 (4909 palavras) Publicado: 13 de maio de 2014
INFLUÊNCIA DAS “MEDITAÇÕES DE RENNER DESCART EM RELAÇÃO À
EXISTENCIA DE DEUS E A DIFERENÇA SIGNIFICATIVA DO HOMEM EM
RELAÇÃO AO SEU CORPO E SUA ALMA1.

Aldenor Costa dos Nascimento*
Ayrton Carlos de Melo*
Felipe Almeida Carvalho*
Luis Alberto Pinto Rocha*
Patrick Guedes de Oliveira*

RESUMO
Este artigo tem como objetivo colocar em análise as meditações feitas por Renner
Descartes comintuito de compreender e identificar a posição real do autor sobre a
existência de um ser divino, com base na leitura da obra Meditações concernente á
primeira filosofia nas quais a existência de Deus e a distinção real entre a alma e o corpo
do homem, colocando em destaque de forma clara e simples a idéia pregada pelo autor
com relação à essência de Deus, em que o mesmo expõe seu objetivo dealcançar algo de
certo nas ciências e, com isso, fundamentar a totalidade do saber humano. O artigo trás
uma pincelada sobre as seis meditações que o autor utiliza para concretizar suas idéias a
respeito do referido tema, tendo com responsabilidade apenas com a análise e não com a
crítica.
Palavras-chave: Meditação. Deus. Compreensão. Homem. Alma.

1

Artigo apresentado para a disciplinafilosofia e as histórias da ciência, para obtenção de nota, ministrada
pelo Prof. Paulo Thiago. Na Universidade Estadual do Maranhão.
*Graduado em filosofia pela Universidade Federal do Maranhão.

1. INTRODUÇÃO
Primeiramente, vale a pena dizer que o livro deste autor é uma obra fundamental da
Teoria do Conhecimento na Idade Moderna e tenta explicar, principalmente, a existência
de Deus e aseparação entre corpo e alma.
Descartes é o fundador (pai da filosofia moderna) e autor que defende o Racionalismo
como forma de conhecimento das coisas. Este livro "Meditações Metafísicas" é um
marco na filosofia. E tem por objetivo aquilo que já foi dito: Provar a existência de Deus
e a separação entre a alma e o corpo.

2. A COLOCAÇÃO DAS MEDITAÇÕES COMO ANALISE DE COMPRENÇÃO
2.1. APRIMEIRA MEDITAÇÃO: DAS COISAS QUE SE PODEM COLOCAR EM
DÚVIDA
Descartes expressa sua insatisfação com o conhecimento adquirido nas
instituições de ensino da época (autoridade da bíblia ou do aristotelismo), expõe seu
objetivo de alcançar algo de certo nas ciências e, com isso, fundamentar a totalidade do
saber humano; e propõe realizar essa cruzada desfazendo-se de suas antigas opiniões paraque recomece tudo desde os fundamentos. Daí, ele apresenta sua dúvida como sistemática
e hiperbólica, assim: (A) o que é provável será tomado como duvidoso e (B) o que é
duvidoso será tomado como falso. Direciona-se, então, aos fundamentos e princípios de
suas antigas opiniões, pois expor as dúvidas individualmente seria um processo infinito.
Embora Descartes admita que tudo que aprendeu adveiodos sentidos, ele julga
prudente não confiar neles, pois eles podem nos enganar (por exemplo: caso do caniço na
água), já que já o fizeram alguma vez. Mostra que a loucura poderia servir de argumento
para questionarmos situações sensíveis normalmente não duvidosas (como eu estar
olhando para várias pessoas agora), mas que pensa ser melhor apresentar outro argumento
a seguir, a saber, quecomo podemos ter sonhos tão normais quanto o cotidiano e tão
absurdos quanto um dia de um louco, nos é impossível distinguir o sonho da vigília. E,
como nos é impossível distinguir o sonho da vigília, o que está se passando agora pode
ser ilusão (pois quando estamos dormindo tudo que nos representamos é ilusão); contudo,
também quando sonhamos tomamos aspectos da realidade, e só eles, para asnossas
representações. Então, se tudo for ilusão, vêm de algo verdadeiro -- o que o diferencia do
cético.
Descartes argumenta contra sua própria dúvida, mostrando coisas indubitáveis na
natureza corpórea, tanto no sonho, quanto na vigília, a saber, (Y): a figura, a quantidade,
a extensão, o espaço, o tempo (objetos da matemática) e outras coisas simples
semelhantes. Ciências que tratam de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A relação entre deus e homem em santo agostinho
  • Sobre a relação estabelecida por Descartes entre alma e corpo
  • A relação homem
  • Relação entre Homem
  • Diferenças entre Relação de trabalho e relação de emprego
  • Diferença entre relação de trabalho e relação de emprego
  • Diferença entre relação de empergo e relação de trabalho
  • a existencia do preconceito com relação com o indio

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!