INÊS PEREIRA E INÊS DE CASTRO: AS MARCAS DE DUAS MULHERES EM NOME DO (DES) AMOR.

Páginas: 11 (2679 palavras) Publicado: 28 de agosto de 2013
 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE

THALITTA CORRÊA VOLUPCA












INÊS PEREIRA E INÊS DE CASTRO:
AS MARCAS DE DUAS MULHERES EM NOME DO (DES) AMOR.






Trabalho apresentado à profª Daniela Silva e Silva, da Disciplina Literatura Portuguesa I, do 2° ano de Letras Literatura/Manhã, pela acadêmica Thalitta C. Volupca, para obtenção de nota parcial do 2° semestre.Guarapuava/PR
Outubro/2012
INÊS PEREIRA E INÊS DE CASTRO: AS MARCAS DE DUAS MULHERES EM NOME DO (DES) AMOR.

Thalitta Corrêa Volupca


Introdução

Este trabalho tem o propósito de fazer um comparativo entre duas mulheres, cujos nomes são iguais, porém com personalidades totalmente diferentes. Buscaremos mostrar as particularidades de ambas, frutos da literaturaportuguesa do período classicista: Inês Pereira, de Gil Vicente e Inês de Castro, de Luís Vaz de Camões.
Para proceder nossa análise, iniciaremos abordando as características do Classicismo, também chamado Quinhentismo, Renascimento ou Renascença, que foi um movimento estético, cultural e artístico. Segundo o que nos diz Joaquim Ferreira, em sua História da Literatura Portuguesa, a palavraRenascimento tem a ver com o renascimento das letras e das artes clássicas greco-latinas no século XVI, com a renovação da cultura.
Assim é que, no Classicismo, surgiu o Humanismo, época de transição entre a Idade Média e o Renascimento, sendo um dos aspectos mais característicos da Renascença. "Os homens melhor dotados, no halo de luz esplêndida que se projetava do mundo greco-latino, ardiam na ansiedadede aprender. A ciência tornou-se na absorvente predilecção dos espíritos superiores - os humanistas" (FERREIRA, 19..., p. 183)
No período do Humanismo, o teocentrismo dá lugar ao antropocentrismo, ou seja, agora o homem é o centro de tudo, rejeitando-se a noção do homem regido por leis sobrenaturais e opondo-se ao misticismo. Essa associação à noção de antropocentrismo, representa a basefilosófica e cultural do Renascimento.
O Humanismo teve início na Itália e seus precursores foram: Dante Alighieri, Bocaccio e Petrarca. Correspondendo ao século XV, é também chamado de Pré-Renascimento, ou Quatrocentismo. Aqui, nesse período, já se inicia a retomada dos clássicos da Antiguidade greco-latina como modelos de Verdade, Beleza e Perfeição, pois o conhecimento profundo da cultura clássicae o desejo de descobrir-se a si e ao Universo era a essência do Humanismo.
Joaquim Ferreira diz que


[...] Esse enérgico renovo da literatura clássica depressa irradiou pelo Ocidente. Já no século XV, em Portugal, se vêem sintomas renascentistas [...]. A Renascença, porém, só no século XVI se radicou em Portugal. Dois estrangeiros foram entre nós os mais destros e tenazes propagandistas dasnovas idéias: Nicolau Clenardo e João Vazeu, ambos latinistas de enorme saber e fogosos partidários da cultura clássica (FERREIRA, 19..., p. 182-183).


A invenção da imprensa por Gutenberg em 1457 facilitou a divulgação dos textos antes restritos a poucos, uma vez que eram feitos pelos "copistas" que levavam meses e até anos, dependendo da extensão da obra, para copiá-las. Desse modo, oconhecimento ficava em poucas mãos, principalmente nos mosteiros, uma vez que a grande maioria destes copistas eram os monges da igreja católica.
Então, com a Renascença tudo mudou:


[...] a mente da Europa ficou liberta. O contacto com as belas obras da antiguidade clássica abriu-lhes as mais amplas clareiras. Filósofos, oradores, poetas, historiadores, que fizeram da Grécia e de Roma o lar dagraça e da sabedoria, trouxeram aos humanistas a firmeza nos raciocínios, a harmonia nas imagens, a virilidade na inspiração (FERREIRA, 19..., p. 184).


Neste contexto de extrema renovação de pensamento, surge, primeiramente, Gil Vicente, chamado por Ferreira de maior gênio dramático. Sendo o primeiro a escrever peças teatrais na Península Ibérica, é considerado o Pai do teatro português....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo inês de castro e ilha dos amores
  • Ines de castro
  • Ines de Castro
  • Inês de Castro
  • Inês pereira
  • Ines de Castro
  • Ines de castro
  • Inês de Castro

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!