Impossibilidade da liberação do uso de drogas para consumo próprio.

Páginas: 6 (1346 palavras) Publicado: 26 de novembro de 2013
Impossibilidade da liberação do uso de drogas para consumo próprio.
Gostaria de poder tratar este assunto que conheço bem de perto. A liberação do uso de substâncias entorpecentes, com o intuito de uso pessoal, é uma afronta a nossa condição de ser humano racional e pensadores que somos. Acreditar que o individuo usará a chamada “droga” apenas para consumo próprio é tentar, no mínimoenganarmos-nos a nós mesmos.
Podemos destacar que cada indivíduo usuário de “drogas” são também (sem generalizar) na maioria dos casos pessoas agressivas e constantemente envolvidas na criminalidade. Não há como separar as duas coisas. Pessoas como estas constantemente agridem os pais, responsáveis e outras pessoas, até mesmo desconhecidas, roubando e até matando, vendendo os bens que guarnecem a própriaresidência em busca de valores para financiar o chamado uso pessoal da substância (Droga). Sem falar que na maioria dos casos os vícios não ficam somente com eles por que isso é propagado através das amizades que de certa forma passa a ser um meio de tráfico de drogas.
Estes não são casos isolados, pelo contrário. Casos isolados são de pessoas que consomem tais substâncias sem “incomodar” asdemais pessoas que estão à sua volta e, como disse até mesmo estranhos, através de assaltos, roubos, furtos e morte para conseguirem dinheiro que servirá para o consumo da tal “Droga”.
É fácil falarmos em liberação quando não temos nenhum amigo próximo ou parente passando pelo mal que a droga causa, começando pela família e arruinando a sociedade.
Vale destacarmos que a Constituição da República de1.988 estabelece em seu artigo 5º o seguinte.
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
O que gostaria de destacar neste artigo é o Direito à Vida e a liberdade de cada um.Atualmente o direito à liberdade se contrasta com o direito à vida de algumas pessoas. Usuários de drogas, que atualmente não tem a liberdade de consumir tais substâncias de forma livre, roubam e matam para conseguir meios de poder consumir maiores quantidades de suas drogas e até mesmo pagar dívidas com os fornecedores das mesmas.
Por consequência, pessoas honestas, trabalhadoras, pais e mães defamílias acabam pagando com suas próprias vidas pela dependência química de outros.
Sem esta liberdade tais usuários já fazem um estrago enorme na sociedade. Caso o consumo seja liberado, veremos um estado sem lei, sem consequências penalizadoras para pessoas que, sob a proteção da lei, Roubam e matam pessoas inocentes. Poderemos chegar ao absurdo de sermos obrigados a sustentar pessoas estranhas emseus vícios sabendo que se não o fizermos sermos punidos com os rigores da lei. (de certa forma já os sustentamos)
O direito à vida é um direito de todos como vemos ainda no artigo 5º Inciso X da Constituição da República.
X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;
Eainda no Código Penal Brasileiro, artigo 132 está escrito:
Art. 132 - Expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente:
É justamente isso que acontece quando pessoas que se dizem apenas usuários afligem, oprimem pessoas de bem para que lhes seja dado auxílio na busca de recursos financeiros para a obtenção da conhecida “Droga”.
Quem não tem alguém ou ao menos não conhece pessoas queforam roubadas e assassinadas para que os bandidos pudessem consumir suas substâncias tóxicas. Vemos isso todos os dias nos jornais de nossas cidades. Isso sem a devida liberação, mas quando acontecer esta liberação nós vamos passar a ser mais reféns do que já somos hoje.

O anteprojeto do novo Código Penal quer justamente isso. Que o usuário não seja penalizado pelo seu vício o que em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Liberação das Drogas
  • Liberação da drogas
  • Aplicação do princípio da insignificância para o crime de porte de droga para consumo próprio
  • Consumo de Drogas
  • Consumo de drogas
  • O Consumo De Drogas
  • Consumo de drogas
  • Projeto de intervenção: prevenção e orientação sobre o uso e consumo de álcool e drogas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!