Importância do controle glicêmico para o paciente diabético: o papel da enfermagem

Páginas: 14 (3328 palavras) Publicado: 1 de outubro de 2012
IMPORTÂNCIA DO CONTROLE GLICÊMICO PARA O PACIENTE DIABÉTICO: O PAPEL DA ENFERMAGEM


HESMONE BARROS
Graduada em Enfermagem


Resumo:
O Diabetes mellitus é uma síndrome que ocorre devido à deficiência absoluta ou relativa do principal componente responsável pelo metabolismo dos carboidratos, a insulina. Os tipos mais comuns são: Diabetes mellitus tipo 1  e Diabetes  mellitus tipo 2.Este presente artigo tem o objetivo de enfatizar a importância da atuação e eficácia da enfermagem no controle do diabetes, visando, entre outras coisas, uma melhor qualidade de vida aos portadores desta patologia.  O enfermeiro deve trabalhar em equipe, juntamente com os demais profissionais de saúde, de forma que execute suas funções proporcionando ao paciente o que o mesmo necessita de formaeficaz, seja a respeito da cura e recuperação, orientações, bem como auxiliar no controle de complicações.

Palavras-chave: Diabetes mellitus;exercícios; enfermeiro; controle.
















Introdução:

O Diabetes mellitus é uma síndrome que ocorre devido à deficiência absoluta ou relativa de insulina, principal responsável pelo metabolismo dos carboidratos. Admite-seque tal distúrbio seja de origem genética, mas que é desencadeado ou agravado por diversos fatores, tais como viroses na infância, vida sedentária, obesidade, estresse emocional ou físico (MEDEIROS, 2008).
O Diabetes mellitus é classificado em várias formas. As mais comuns são: Diabetes mellitus tipo 1 e Diabetes mellitus tipo 2. O Diabetes tipo 1 (DM1) é uma doença auto-imunecaracterizada pela destruição das células beta produtoras de insulina, isso acontece porque o organismo identifica estas células como corpos estranhos.
Não se sabe ao certo por que as pessoas desenvolvem o DM1. Sabe-se que há casos em que algumas pessoas nascem com genes que as predispõem à doença. Mas outras têm os mesmos genes e não têm diabetes. Pode ser algo próprio do organismo, ou uma causaexterna, como por exemplo, uma perda emocional. Ou também alguma agressão por determinados tipos de viroses comuns na infância. Outro dado é que, no geral, é mais freqüente em pessoas com menos de 35 anos, com um pico de incidência em torno dos nove anos, mas que pode surgir em qualquer idade (SKYLE, 2004). Já no Diabetes mellitus tipo 2 ocorre uma resistência à ação da insulina e sua etiologia estárelacionada, principalmente, com a obesidade andróide (DEFRONZO, 2005). Sabe-se que o Diabetes mellitus tipo 2 possui um fator hereditário maior do que no tipo 1. Estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos e a incidência é maior após os 40 anos.

Fundamentação Teórica:

De acordo com a literatura, a resistência à ação da insulina verificada na patogênese do Diabetesmellitus é uma anormalidade primária e precoce no curso da doença, que é caracterizada pela diminuição da habilidade da insulina em estimular a utilização da glicose pelo músculo e tecido adiposo, prejudicando a lipólise induzida por este hormônio (VANCINI; LIRA, 2008).
De acordo com estudos epidemiológicos realizados no Brasil, pelo menos 14,7% da população com mais de 40 anos é diabética(PORTO, 2005). Diante desse quadro preocupante da incidência de diabetes, considerado pela OMS (OMS, 2008) como uma epidemia, foi percebida a necessidade de um profissional de enfermagem frente a um paciente diabético. Por isso, o enfermeiro e sua equipe devem ser críticos e atuantes, executando suas funções juntamente com os demais membros da equipe de saúde no sentido de fornecer ao paciente oatendimento necessário, desde orientações básicas, passando pelo tratamento até o controle e prevenção de complicações (VASCONCELOS, 2008).
Vários estudos demonstram que as complicações do diabetes podem ser evitadas ou retardadas quando existe um controle eficaz. Isso inclui medidas como manter uma dieta saudável, fazer atividade física, evitar o sobrepeso e a obesidade e não fumar. O cuidado...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cuidados de enfermagem o um paciente diabético
  • A importância das fibras para o paciente diabético
  • INFLUENCIA DA DOENÇA PERIODONTAL NO CRONTOLE GLICEMICO EM PACIENTES DIABETICOS.
  • A importância da enfermagem ao paciente
  • Papel da enfermagem na assistencia a pacientes mastectomizadas
  • Papel da enfermagem na assistencia a pacientes mastectomizadas
  • A IMPORTANCIA DA ASSISTENCIA DE ENFERMAGEM COM PACIENTE DHEG
  • Papel do índice glicêmico e da carga glicêmica na prevenção e no controle metabólico de pacientes com diabetes...

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!