Império do Efêmero

Páginas: 4 (926 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
A MODA CONSIDERADA COMO UMA DAS BELAS-ARTES
Com a Alta Costura aparece a organização da moda tal como a conhecemos ainda hoje, pelo menos em suas grandes linhas: renovação sazonal, apresentação decoleções por manequins vivos, e sobretudo uma nova vocação, acompanhada de um novo status social do costureiro. Desde Worth, o costureiro se impôs como um criador cuja missão consiste em elaborarmodelos inéditos, em lançar regularmente novas linhas de vestuário que, idealmente, são reveladoras de um talento singular, reconhecível, incomparável. Fim da era tradicional da moda, entrada em sua fasemoderna artística, o primeiro que introduz mudanças incessantes de forma, tecidos, de acessórios, que transforma a uniformidade das toaletes a ponto de chocar o gosto do público, que pode revindicaruma “revolução” na moda atribuindo-se o mérito de ter destronado a crinolina. O costureiro tornou-se um artista moderno, aquele cuja lei imperativa é a inovação. É nesse contexto que a moda seidentificará cada vez mais com a profusão criativa da Alta Costura: antes de 1930, as grandes casas apresentavam a cada estação coleções ricas de 150 a 300 modelos novos, e nos anos 1950, criavam-se em Pariscerca de 10 mil protótipos por ano.
A distância em relação ao passado é nítida, o costureiro, agora modelista, tornou-se “gênio” artístico moderno. O alfaiate ou a costureira tinham pouca iniciativa,os “moldes” eram imperativos, seus elementos de base eram mais ou menos invariáveis durante um dado período; só certas partes do traje autorizavam um corte e um feitio fantasistas. A realizadora nãotinha nenhum papel criador; é preciso esperar o aparecimento na segunda metade do século XVIII , dos “vendedores e vendedoras de moda” para que seja reconhecida, em ofícios de moda, uma certaautonomia criadora. O talento artístico conferidos aos negociantes de moda reside, então, no talento decorativo, na capacidade de enfeitar e enobrecer o vestuário por meio de fantasias de moda, não na...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Império do Efemero
  • Trecho Livro IMPERIO DO EFEMERO
  • resenha o imperio do efemero
  • Fichamento
  • Resumo: O império do Efêmero
  • LIPOVETSKY, Gilles. O Império do Efêmero
  • Efêmero
  • Resenha Crítica dos Capítulos I e II do livro “O império do efêmero: a Moda e Seu Destino nas Sociedades Modernas” de...

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!