IFRS

Páginas: 34 (8485 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2013
IFRS
RESUMO
A expansão dos mercados e a globalização da economia impuseram para as empresas a necessidade de elaboração de demonstrações contábeis baseadas em normas e critérios uniformes e homogêneos, de forma que os proprietários, os gestores, investidores e analistas financeiros de todo o mundo possam se utilizar de informações transparentes, confiáveis e comparáveisnos seus processos de tomadas de decisões. Em resposta a essa demanda global, o International Accounting Standards Board - IASB emitiu um conjunto de normas contábeis denominado International Financial Reporting Standards – IFRS. Para agilizar e facilitar o processo de convergência das práticas contábeis mundiais, este órgão internacional emitiu a IFRS 1- First-time Adoption of International Financial Reporting Standards, que tem por objetivo precípuo orientar as empresas que visam implantar as novas normas pela primeira vez. Ao contrário dos diversos países europeus, que já se adequaram às normas internacionais, no contexto normativo brasileiro, as dúvidas sobre a implantação do IFRS se estendem ao entendimento e àinterpretação da norma, já que, aqui, pouco se discutiu sobre o assunto.
INTRODUÇÃO
A adoção de normas internacionais de contabilidade pelas empresas mundiais está associada a benefícios econômicos concretos na forma de atração de maior volume de investimentos, uma vez que o processo de globalização trouxe para primeiro plano a demanda por informações contábeis confiáveis ecomparáveis para suportar a variedade de transações e operações deste mercado. Entende-se que, quanto maior a transparência, clareza e compreensibilidade das informações financeiras das empresas — qualidades primordiais às boas práticas de governança corporativa, menor será o risco percebido por um investidor à sua aplicação de recursos e menor será o retorno exigido parao seu investimento, em benefício da redução do custo de capital das empresas.
Nesse contexto e no âmbito normativo e regulatório da emissão das normas internacionais de contabilidade, foi criado o International Accounting Standards Board – IASB, a partir da transformação, no fim dos anos 90, do antigo International Accounting Standards Committee - IASC, de 1973. O IASBpassou, então, a publicar, numa série de pronunciamentos, as normas que passaram a ser consideradas como padrões contábeis internacionais, denominadas de International Financial Reporting Standards - IFRS, traduzidas no Brasil como Normas Internacionais de Contabilidade, e adotou como base o corpo de normas anteriormente emitidas pelo IASC, conhecidas como IAS -International Accounting Standards.
A opção pela adoção das IAS ao invés dos princípios contábeis norte-americanos conhecidos como USGAAP – United State Generally Accepted Accounting Principles, emitidos de forma oficial pelo Financial Accounting Standards Board – FASB, justifica-se por razões políticas e conceituais. Apesar do mercado de capitais norte-americano se constituirde há muito tempo no mais desenvolvido do mundo, sua abordagem da contabilidade é extremamente vinculada a uma malha legal que lhes é própria. Assim, a adoção de seu conjunto de normas contábeis, por outros países, exigiria, por exemplo, também a “importação” dos principais conceitos norte-americanos de direito societário, das leis comerciais, leis de valoresmobiliários, entre outros, que afetam a escolha desses princípios como padrão internacional.

Como parte das ações orientadas para a convergência global das normas contábeis, o FASB e o IASB firmaram compromisso no sentido de eliminar as divergências significativas entre os dois conjuntos de normas até 2007. Apesar disso, ainda persistem diferenças...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Ifrs
  • IFRS
  • IFRS
  • Ifrs
  • Ifrs
  • IFRS
  • IFRS
  • IFRS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!