Identidade e alienação

Páginas: 10 (2370 palavras) Publicado: 3 de outubro de 2012
SERVIÇO SOCIAL
IDENTIDADE E ALIENAÇÃO
A MARCHA DO PROLETARIADO E A CONTRAMARCHA DA BURGUESIA: O
SURGIMENTO DO SERVIÇO SOCIAL
Quanto ao capitalismo, modo de produção profundamente antagônico e pleno de
contradições, desde o início de sua fase industrial instituiu-se como um divisor de águas na
história de sociedade e das relações entre os homens. Foi na primeira metade do século XIX,
sob osimpactos da Revuloção Industrial, que seus efeitos começaram a penetrar maisfundo
no contexto social.
Com o capitalismo se institui a sociedade de classes e se plasma um novo modo de relações
sociais mediatizadas pela posse privada de bens. A luta de classes como principal chave
heurística para a conpreensão da história, como principal instrumento de sua transformação,
homens opressores eoprimidos. O protesto pelo domínio do capital e a recusa á dominação
pela máquina estavam na base dessas primeiras manifestações, inicia o ciclo de vida do capital
através da criação de uma força de trabalho assalariada e livre.
A drástica ruptura entre o camponês e a terra, o ''segredo da acumulação primitiva'',
atendiam a demanda da força de trabalho dos donos do capital. Era preciso promovera
mobilidade da mão-de-obra, incrementando a transparência do trabalhador da aldeia para a
cidade. Se até aquele momento ele estivera preso ao feudo e submetido as severas punições
caso trangredisse o disposto na legislação, agora era preciso transformá-lo em ''trabalhador
livre''.
A Lei dos Pobres, promulgada em 1957, era ainda mais rigorosa, determinando que todos os
atendidos pelo sistemade assistência pública vivessem confinados em locais tão-somente a eles
destinados. Nesses locais, deniminados Casa de Correção, pois a pobreza era considerada
geneticamente um problema de caráter. Revelando o caráter utilitarista de sua relação com o
trabalhador, os donos do capital vão pressionar o Estado para revogar aqueles dispositivos
que impediam a expansão de seu capital, porémmantendo inalterados aqueles que os
beneficiavam.
Sob o discurso de igualdade a todos, ocultava-se a profunda desigualdade de classes,
ocultava-se também sua real intenção de promover a livre circulação do trabalhador,
metamorfoseando-o em mercadoria. Portanto, as idéias de liberdade religiosa e de liberdade
de consciência, situaadas na sua real dimensão, nada mais eram do que instrumentosfacilitadores da livre concorrência, mecanismo indispensável ao mercado capitalista.
Tinham 3 grandes objetivos:1-baratear o custo de subsistência do trabalhador, conservando
seus salários sempre baixos;2-garantir o acesso aos alimentos básicos, mantendo sob controle
a sua energia de trabalho;3-proporcionar condições mínimas de subsistência ao exército
industrial de reserva. As alternativas dotrabalhador empobrecido, em face as condições de
trabalho que os donos do capital estabeleciam, eram sombrias: ou se rendia á lei geral da
acumulação capitalista, vendendo sua força de trabalho a preços de concorrência cada vez
mais vis, ou capitulava diante da draconiana legislação urbana, tornando-se dependente do
Estado e, no mesmo instante, declarado''não cidadão'', ou seja, indivíduo destituidoda
cidadania econômica, da liberdade civil.
A medida que se dava seu processo organizativo, suas grandes preocupações foram
transformando-se em bandeiras de luta. Os capitalistas queriam transformar a Casa de
Correção em Casa de Trabalho. O direito de associação conquistado pelos trabalhadores
ingleses ampliou muito sua base associativa e fortaleceu seus movimentos reinvidicatórios. Oinspetor da Lei dos Pobres fiscalizava as condições de vida daqueles que passavam a ser
atendidos pelo sistema de assistência pública.
A abolição da Lei dos Pobres era uma causa tão importante quanto o salário legal, ou a
jornada de trabalho, integrando, portanto, a pauta de reinvidicações dos trabalhadores,
inclusive durante o movimento cartista. Os movimentos insurrecionais de 1848 ocorridos na...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Identidade e alienação
  • Identidade e alienação
  • Identidade e Alienação
  • Identidade e alienação
  • Serviço social identidade e alienação
  • Serviço social: identidade e alienação
  • Serviço social: identidade e alienação
  • Identidade e Alienação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!