idealismo

Páginas: 29 (7227 palavras) Publicado: 18 de outubro de 2014
Hegel e Paulo Freire: Uma Pedagogia Crítico-Dialética
Hegel and Paulo Freire: Critical Pedagogy and Dialectic
Harley Juliano Mantovani1 - Faculdade Católica de Uberlândia

Resumo: Neste texto, apresentamos, em seus elementos introdutórios, uma proposta de
aproximação teórica e prática entre Hegel e Paulo Freire. Em nossa análise, concluímos que a
recuperação da identidade ontológica humanaé mais eficiente e satisfatória quando, para este
fim, se unem a Fenomenologia e a Pedagogia.
Palavras-chave: Dialética, Fenomenologia, Hegel, Paulo Freire, Pedagogia.

Abstract: In this text, we presented, in yours general elements, a proposal of the theoretical
and practical approach between Hegel and Paulo Freire. In our analysis, we come to the
conclusion that the recuperation of theontological identity human is most efficient and
satisfactory when, for this but, join the Phenomenology and the Pedagogy.
Keywords: Dialect, Hegel, Paulo Freire, Pedagogy, Phenomenology.

P

retendemos expor e explorar, neste texto, como as noções de “dialética” e de

“crítica”, ao apresentarem em si mesmas a convergência entre educação e filosofia,
constituem, essencialmente, não apenas umapedagogia específica, mas, apresentam-se,
igualmente, como os elementos gerais a partir dos quais podemos pensar uma aproximação,
apenas inicial, entre Paulo Freire e Hegel. De toda a problemática envolvida neste tema,
salientam-se dois aspectos. Primeiro, destaca-se uma dificuldade teórica, pois, apenas
indiretamente e bem à distância, Hegel pode ser lido como um filósofo da educação, umavez
que ele não pensou, em sentido literal e estrito, a educação. Segundo, soa quase anedótico
conceber Hegel como um importante referencial teórico para uma pedagogia que se constitui
não apenas teoricamente, não apenas conceitualmente e, anti-ideologicamente, na absorção
crítico-dialética da realidade como uma das suas dimensões essenciais. O que intensifica
ainda mais as dificuldadesinerentes à nossa proposta de pensarmos, em termos gerais, uma
aproximação entre Paulo Freire e Hegel. Diante disto, antes de extrairmos da obra deste
1

Mestre em Filosofia pela UFSCar. Professor na Faculdade Católica de Uberlândia. E-mail:
harleybrief@yahoo.com.br
Existência e Arte – Revista Eletrônica do Grupo PET – Ciências Humanas, Estética da
Universidade Federal de São João Del-Rei – ANOVII – Número VI – Janeiro a Dezembro de 2011

Hegel e Paulo Freire: Uma Pedagogia Crítico-Dialética
-43-

filósofo, uma filosofia da educação que ele não escreveu, pretendemos demonstrar que a
dialética hegeliana, radicalmente crítica, apresenta-nos através das suas condições, o que
entendemos fazer parte dos institucionalmente reconhecidos fundamentos filosóficos da
educação. O nossopercurso consiste em demonstrar, em suma, que há uma reciprocidade
teórica e epistemológica entre a formação dialética da consciência em Hegel e as condições
ontológicas da educabilidade em Paulo Freire.
Neste nosso percurso em que defendemos uma convergência entre a formação
hegeliana e a educabilidade freireana, partiremos de uma contestação de uma identidade
abstrata formada, sobrepondo-lhe oprocesso de formação da consciência no qual obtemos
uma identidade ontologicamente caracterizada como abertura, posto que, como sustenta
Paulo Freire, “não haveria existência humana sem a abertura de nosso ser ao mundo, sem a
transitividade de nossa consciência” (2002, p. 98). Nesses termos, o nosso procedimento diz
respeito à ontologia do inacabamento em Paulo Freire, para quem a “inconclusãodo ser
humano” é o seu ponto de partida, pois, “o inacabamento do ser ou sua inconclusão é próprio
da experiência vital. Onde há vida, há inacabamento. Mas só entre mulheres e homens o
inacabamento se tornou consciente” (FREIRE, 2002, p. 55; grifo nosso). Aqui, cabe dizermos
que a vida não é, naturalmente e materialmente, consciência de si mesma. Apenas o conceito
é a vida que se tornou...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Idealismo
  • Idealismo
  • idealismo
  • Idealismo
  • Idealismo
  • Idealismo
  • Idealismo
  • Idealismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!