Hume

Páginas: 11 (2726 palavras) Publicado: 12 de junho de 2014
CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA
CENTRO UNIVERSITÁRIO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA


Avaliação com Consulta

DESCARTES

Considerando o que discutimos nas últimas aulas, os três textos os slides disponíveis na plataforma procure responder os seguintes pontos:
a) O que motivava Descartes? Qual era seu ponto de partida? Quem ele buscava refutar? Por quê? Que estratégiaele adota? Por qual motivo?

Descartes tinha a motivação de provar que os céticos (são aqueles que afirmam que é impossível produzir afirmações indubitáveis sobre o mundo) estavam errados com relação a impossibilidade de conhecer as coisas com certeza. Ele queria provar que o conhecimento é possível e o mesmo tem razão de ser.
Descartes tem como ponto de partida mostrar que a ciência e oconhecimento são possíveis. Ele buscava refutar (mostrar que o outro está errado) os céticos porque acreditava que existia a produção do conhecimento. A estratégia que ele adota é a dúvida metódica (método de filtragem de todas as ideias, eliminando aquelas que não se afigurem como verdadeiras e não sejam dúbias, apenas retendo as ideias que não suscitam qualquer tipo de dúvida), porque ele supõe queexista um motivo que leva duas pessoas a terem conclusões diferentes sobre o mesmo fato. Ele suspeita que esse simples fato da dúvida do conhecimento é porque as pessoas não têm um método por onde guiar sua razão, ou seja uma forma de proceder e chegar ao conhecimento verdadeiro das coisas.
A dúvida metódica é o modo que ele adota para mostrar que os céticos estão errados, ele faz isso secolocando na posição dos próprios céticos. Ele tenta colocar em dúvida as fontes que dizem que as afirmações são verdadeiras ou falsas.

b) Como ele avança sua argumentação? A que ponto ele chega? Qual sua primeira "afirmação indubitável"? Por que motivo ele supõe que ela não possa ser colocada em dúvida?

Descartes avança na sua argumentação partindo da tentativa de encontrar motivos para duvidardos sentidos como uma fonte segura para as afirmações. Ele demonstra que em muitos momentos os nossos sentidos se mostram equivocados, o que faz com que eles não sejam uma fonte segura para produzirmos afirmações verdadeiras. Como por exemplo quando olhamos para o sol, ele nos parece ser do tamanho de uma tampinha de garrafa mais na verdade é imensamente maior. E sendo está uma fonte insegura elanão deve ser utilizada.
Para Descartes podendo colocar qualquer coisa em dúvida ele a colocará.
Outro elemento que é fonte da afirmação do conhecimento é a razão. Para questionar se a razão é realmente verdadeira fonte do conhecimento ele produz uma hipótese exagerada, chamada de dúvida hiperbólica, a hipótese do Deus enganador onde este Deus quer nos enganar sobre todas as coisas, como porexemplo que existe o mundo material. Como não existe a possibilidade de se provar que não há um Deus enganador e se isto efetivamente estiver ocorrendo, ou seja se tiver mesmo um Deus maligno e enganador, então não podemos confiar na razão como fonte segura para produzir afirmações verdadeiras, pois a razão estaria sendo manipulada por este Deus enganador. Desta forma Descartes coloca em dúvida ossentidos e a razão.
Descartes chega ao ponto de tomar a atitude dos próprios céticos. Assim ele percebe que mesmo que ele esteja sendo enganado pelos seus sentidos e mesmo que sua razão esteja sendo enganada por um Deus maligno ele ainda pode afirmar que ele existe, porque até para ser enganado é necessário que o indivíduo exista e desta forma ele produz sua primeira afirmação indubitável.
AfirmaçãoIndubitável: Penso, logo existo. Ele afirma que se ele dúvida das coisas ele pensa, porque duvidar é uma forma de pensar. E se para pensar é necessário que existamos, desta maneira toda vez que colocamos em dúvida as coisas provamos que existimos. Assim sendo esta afirmação não pode ser colocada em dúvida. Isso não quer dizer que tudo que existe pensa, as pedras existem mas não pensam.

c)...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Hume
  • Hume
  • Hume
  • Hume
  • Hume
  • Hume
  • hume
  • Hume

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!