Holismo e visão sistêmica

Páginas: 8 (1828 palavras) Publicado: 9 de dezembro de 2013
HOLISMO E VISÃO SISTÊMICA
Holismo foi um termo adotado por Jan Smuts no seu livro
“Holism and Evolution” de 1926. Ele definiu esta ideia como "A
tendência da Natureza a formar, através de evolução criativa,
‘todos’ que são maiores do que a soma de suas partes".
Desde Aristóteles, podemos ver as raízes desta ideia,
quando em sua metafísica ele afirma: “o inteiro é mais do que a
simples somade suas partes”. Embora antiga, essa concepção
só tomou força a partir da década de 1980 quando passou a ser
empregada para tentar explicar um novo paradigma que deveria
ser utilizado com o objetivo de minimizar os diversos distúrbios
causados pelo homem na natureza. Por isso, o holismo é
frequentemente associado a discursos ambientalistas.

A) Dimensão Biológica:
 CaracterísticasHerdadas ou Adquiridas
 Órgãos
 Vulnerabilidade do Organismo
B) Dimensão Psicológica:
 Aspectos afetivos, emocionais e intelectuais
 Processos Conscientes e Inconscientes que influenciam a personalidade,
vida mental e forma de se relacionar

C) Dimensão Social:
 Influência de Valores,
 Crenças,
 Família,
 Trabalho,
 Grupos,
 Expectativas das Pessoas com Quem Convive

Mitos eparadigmas influenciam a maneira
como o ser humano relaciona-se com a saúde e a
doença e como lida com elas.
Os mitos dão ao sujeito a possibilidade de
moldar a sua percepção do mundo e dos
fenômenos, visto que florescem durante a busca
do significado da vida e, por meio deles, passa-se
a ter uma compreensão mais racional sobre o
mundo.
Um paradigma significa um modelo, algo
que servecomo parâmetro de referência para uma
ciência, como um farol ou estrutura considerada
ideal e digna de ser seguida.

O Paradigma Primitivo:
Inicialmente o homem era subjugado ao poder das forças ditas naturais, que a
sua mente não conseguia assimilar. Na maioria das religiões arcaicas, a natureza era
vista como transcendente e, este fato, levou ao desenvolvimento de uma medicina em
que aconsideração pelo espiritual e pela busca de um significado maior para a saúde e
a doença eram essenciais.
O curador era, portanto, considerado o mediador entre as forças cósmicas e o
doente, uma espécie de extensão entre o primitivo e o universo. O Xamã era o
responsável por fazer essa mediação e a cura nunca era atribuída a ele, mas sim ao
mundo espiritual.
A enfermidade era vista como umaconsequência da violação de um tabu ou
uma ofensa aos deuses. Para atingir a cura, o doente deveria restabelecer sua ligação
com o divino via arrependimento e sacrifício. A doença é o principal responsável pela
criação de crenças e religiões, uma vez que ela desde o primórdio representa a
transgressão de alguma regra ou padrão.
O Xamã foi o pioneiro no uso de técnicas de transe, psicodrama,análise de
sonhos e análise de imaginação.
O homem contemporâneo passou a acreditar que em razão de sua ampliação
de conhecimentos científicos e tecnológicos, a natureza estava dominada e, portanto,
tudo o que envolvesse espiritualidade era irrelevante.

O Paradigma Grego:
Precursores em dividir a categoria espiritual do material, além de desenvolver teorias
científicas baseadas emobservação, análise e dedução foram os médicos da Grécia Antiga (1100 a.C.
– 146 a.C.). Para os médicos gregos, tudo o que existia no mundo e no cosmo era passível de ser
explorado e conhecido.
Contudo, a ideia de um princípio cósmico controlador ainda foi mantida pela cultura grega.
Era espécie de inteligência condutora. O uso da música e das palavras de encantamento eram
habituais nos processos decura. Os povos admitiam o poder curador e mágico destes elementos. A
recuperação era obtida pelo intermédio das músicas, compreensão dos sonhos, dietas e meditações.
Com o advento de Sócrates (469 a.C. – 399 a.C.), gradualmente surgiu a ideia de que o
homem seria constituído não apenas por um substrato material, mas também de uma essência
imaterial, vinculada aos sentimentos e à atividade do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Visão sistémica
  • Visão sistemica
  • Visão sistêmica
  • Visão sistemica
  • Visão sistemica
  • Visão sistemica
  • Visao sistemica
  • Visao sistemica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!