Historia medieval, queda do império romano e carlos magno.

Páginas: 8 (1913 palavras) Publicado: 21 de maio de 2013
Questão 1:
A partir da análise dos textos de Gilvan Ventura da Silva e José Rivair Macedo, explicite os fatos internos e externos que contribuíram para a desagregação da porção ocidental do Império Romano?
Vemos a partir do século III, uma grande e progressiva crise nas estruturas sociais do Império Romano, paralelamente associadas com os abalos externos causados pelos povos considerados"bárbaros" que, consequentemente, será responsável pela fragmentação da unidade política romana, culminando assim, no desaparecimento definitivo do império.
O governo imperial, incapaz de gerir os conflitos sociais que começam a se apresentar no período do Baixo Império, junto com uma série de outros fatores, começamos a observar a partir deste ponto os fatores internos da desagregação da porçãoocidental do Império Romano. Primeiramente, já no princípio do século IV, em 330, Constantino inaugura a nova capital construída na parte oriental do império, Constantinopla. Teodósio, o sucessor do trono dividiu, em 395, o território entre seus dois filhos Arcádio, que ficou com a parte ocidental, e Honório com a parte oriental. No século V, a capital da parte ocidental oscilou entre Roma, Milão eRavena, portanto, podemos observar que já não encontramos um centro político estável. Também, a perda da autoridade dos poderes que lá estão constituídos devido a indefinição das regras de sucessão e das ações que são perpetradas pelos imperadores para tentar garantir a sobrevivência do Império, causou o descontentamento de importantes segmentos sociais. Os indivíduos, com isso, não se sentemmais parte integrante de uma coletividade que em outro momento reinava sobre o mundo, começando a se organizar a partir de relações pessoais independentes do estado, gerando uma união dos indivíduos em torno de um grande proprietário que desafia o governo imperial. De acordo com Gilvan Ventura da Silva (2001, p.70), "As ações que os indivíduos praticam contra a ordem estabelecida são em muitos casos,uma resposta a transformações ocorridas" [...].
A estabilidade militar, foi afetada devido à crise econômica que assolava o Império, causando uma grande dificuldade de remunerar os soldados. No século IV, uma das principais formas de pagamento dos soldados, era a concessão de lotes de terra de fronteiras quando completavam o tempo regulamentar de serviço que era de 25 anos. Essa forma depagamento era uma maneira de assegurar a presença dos soldados capacitados a defender as fronteiras em caso de algum ataque iminente e, além disso, vemos uma incorporação de tropas germânicas ao exército romano. Junto com os efeitos dos fatores internos da crise do Império Romano, paralelamente, começamos a observar os fatores externos, que está principalmente relacionado com a invasão súbita de povosgermânicos no interior do império.
Chamados pelos romanos de povos "bárbaros", designação de povos que não falavam a língua romana e que não adotavam os padrões de civilização greco-romana, habitavam ao norte das fronteiras do império e começaram a pressionar essas mesmas fronteiras, que se localizavam nas proximidades do rio Reno, Danúbio e Don. Os povos germânicos, eram organizados em tribos econfederações de tribos, e eram divididos em três grupos étnicos: os escandinavos (anglos, saxões e jutos) habitavam próximos do mar do Norte, os germanos ocidentais (suevos, turíngios, burgúndios, alamanos e francos) habitavam nas proximidades do rio Elba e os germanos orientais (godos, alanos, alamanos, vândalos e lombardos) habitavam entre o rio Elba e o Don. A esses grupos, vieram a se juntarum povo, considerado extremamente violento, e que foi responsável pelo início da "avalanche bárbara", os hunos. A pressão militar que o hunos impunham sobre os grupos germanos, foi o principal motivo da entrada desses povos no império, que ora era pacífica, ora violenta, e vai alterar o mapa político romano aumentando mais a crise já existente, contribuindo ainda mais para a fragmentação e fim...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • o Império de Carlos Magno
  • império de Carlos magno
  • os francos e o imperio carlos magno
  • Império de Carlos Magno e os Francos
  • Os francos e o Império de Carlos Magno
  • O império de carlos magno
  • imperio de carlos magno
  • A queda do império romano

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!