Historia da arte gombrich

Páginas: 2 (258 palavras) Publicado: 30 de outubro de 2012
A introdução do livro já começa com o foco na palavra e definição de arte “Não existe uma coisa chamada arte. Só existem artistas.” Segundo o autordo livro Gombrich começa a introdução criticando uma noção de ARTE. Para Gombrich, não tem um jeito certo de se gostar de uma obra de arte. Fazercom que a pessoa que esta apreciando a arte recorde de alguém ou de algo querido, pela semelhança da representação é algo tão válido quanto outrosmotivos.
Estas primeiras discussões a seguir podem parecer ultrapassadas, mas precisam ser recordados que A História da Arte é uma introdução; e foipublicado pela primeira vez em 1950. Então, Gombrich diz que não acredita que o “parecer com o real” deve ser o principal modo de valoração da arte.Toda arte, inclusive esta que busca uma semelhança com o real também é convencional. Para provar seu ponto de vista, ele usa bons exemplos como porexemplo o da representação de cavalos em corrida durante séculos, pinturas mostraram os cavalos congelados na ação com quatro patas no ar. Com odesenvolvimento da fotografia, provou-se que tal coisa não ocorre na realidade.
O autor cita muito a comparação dos processos pelo qual as pinturas sãoproduzidas a ações do cotidiano, como a “simples” disposição de um arranjo de flores, por exemplo. No fundo, ambas atividades tratam de balancear formase cores em busca de uma harmonia. Nas duas também é difícil dizer que harmonia é esta, mas, quando é alcançada, sabe-se que a obra está pronta.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Livro gombrich
  • fichamento A História da Arte de Gombrich
  • História da Arte, GOMBRICH
  • Fichamento gombrich, a história da arte
  • Gombrich
  • História da arte
  • Resenha história da arte
  • Gombrich, a história da arte

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!