HISTÓRIA

Páginas: 5 (1179 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
Posts com Tag ‘História Científica’
A Influência do Positivismo na História como Ciência
Publicado em Teoria da História, tagged Aristóteles, Augusto Comte, Barthold Georg Niebuhr, Fustel de Coulanges, Heródoto, História Científica, Introduction aux études historiques, Lavisse, Leopold von Ranke, Monod, Positivismo, Revue Historique, Seignobos, Tucídides em 18 de maio de 2011 | 2 Comments »Antes de se estabelecer a influência do positivismo na História como área do conhecimento humano, vale destacar que muitos historiadores positivistas do século XIX foram buscar argumentos para os seus posicionamentos no escritor grego Tucídides (471-399 a. C.) Ao contrário de seu antecessor Heródoto que falava em praça pública e se preocupava em agradar as pessoas em seus relatos históricos,Tucídides não estava preocupado com o aplauso popular. Além disso, Tucídides estava interessado na precisão do conhecimento histórico. Não estava interessado em mostrar seus pontos de vista, mas sim em produzir uma obra histórica para todo o sempre com isenção de suas opiniões pessoais ou da opinião de outros. Em Tucídides “A busca da precisão ligava-se à visão judiciária da História, como se a pesquisahistórica fosse uma investigação das provas de um tribunal em busca da verdade [...] Inseria-se, também, no empirismo empregado pela medicina hipocrática” (FUNARI & SILVA, 2008, p. 21). Esta postura historiográfica de Tucidides fez com que os positivistas no século XIX retomassem “essa busca de transcendência em Tucídides, a descrição acurada do efêmero, em seu sentido original [...] Tucídidesviria também por essa via a ser paradigmático para o moderno positivismo” (FUNARI & SILVA, 2008, p. 20).

O moderno positivismo também se valeu de alguns pensamentos de Aristóteles (384-322 a.C.). Embora não tenha sido um historiador, Aristóteles escreveu sobre quase tudo e em uma de suas obras (Poética), faz uma distinção entre o trabalho de um poeta e de um historiador. Para Aristóteles, aHistória deve focar aquilo que não se repete, o particular; ou seja, a História deve se limitar a narrar os acontecimentos do passado, não tendo a ambição de, a partir destes acontecimentos, vir a explicar o homem ou o mundo.

Aristóteles aponta como característica essencial da História sua preocupação com o efêmero, com o acontecimento que não se pode repetir e que, por isso mesmo, nada nos podeensinar sobre a natureza humana ou mesmo do mundo. O particular, por definição, nada revela [...] o positivismo virá retomar esses argumentos, ainda que para valorizar a descrição dos acontecimentos e a falta de ambição epistemológica da História (FUNARI & SILVA, 2008, p. 23).

Com o advento do cristianismo e sua base nos escritos histórico-religiosos do Antigo Testamento, o elemento sobrenaturalseria novamente destacado nas narrativas históricas. Funari e Silva, citando Jacques Le Goff, dizem que o Cristianismo significou a introdução de modificações profundas em relação ao pensamento greco-romano anterior, pois apresenta uma visão escatológica da História e vê Deus como um soberano agindo de forma constante e oculta no desenrolar da História, que seria desta forma, o desenvolvimento dosdesígnios divinos. A historiografia moderna, que começa a ser influenciada pelos escritores da Renascença (século XV), surge justamente como uma reação às concepções teológicas do mundo e da História. Buscando-se romper não apenas com o relato religioso, mas também com a História na forma de literatura, surge no século XIX um novo conceito de História conhecido como positivo, pois buscaria talconhecimento positivo do passado.

Pós-Kantiano e comtiano, o século XIX possuiu um a priori: a metafísica é uma impossibilidade; fora dos fatos apreendidos pela sensação, nada se pode conhecer. As filosofias da história racionalistas e metafísicas perdem suas sustentações metafísicas e, sem elas, não significam mais nada. A partir de então, só se quis conhecer as relações de causa e efeito,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • HISTÓRIAS NOSSAS HISTÓRIAS
  • Historia da Historia
  • Historia das historias
  • historia e historia
  • a historia da historia
  • historia da historia
  • histórias nossas histórias
  • historia da historia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!